fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Pessoas são presas pelos pés por desrespeitar quarentena na Colômbia

Método punitivo existe no ordenamento jurídico local e faz parte da tradição do povo indígena Zenú

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Twitter
PUBLICIDADE

A prefeitura do município de Tuchín, na Colômbia, prendeu, pelos pés, alguns moradores que desobedeceram ordem de quarentena. A medida serve para evitar a proliferação do novo coronavírus. Os habitantes são amarrados em uma estrutura de madeira conhecida como cepo, em meio a uma das praças públicas da cidade. 

A medida inusitada foi divulgada pelo o prefeito Alexis Salgado, por meio das redes sociais. O método punitivo existe no ordenamento jurídico local e faz parte da tradição do povo indígena Zenú, da qual a população de Tuchín é descendente. Entretanto, Salgado afirma que não era aplicado há alguns anos.

O prefeito afirma que a medida trouxe resultados positivos. O quantidade de pessoas transitando nas ruas diminuiu. Na opinião de Salgado sanções econômicas não surtiriam efeito, já que a população não teria como pagar. Dessa forma, a cidade recorre às práticas típicas da cultura local como meio de fazer cumprir as leis.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade