fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Pastor que chamou pandemia de histeria coletiva morre após contrair coronavírus

Homem foi uma das primeiras mortes registradas pela doença no estado da Virgínia

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Facebook
PUBLICIDADE

O pastor e músico gospel Landon Spradlin, de 66 anos, morreu em decorrência da Covid-19. O homem era um dos apoiadores do presidente dos Estados Unidos Donald Trump e negava a ameaça da doença.

Sprandlin contraiu a doença durante uma viagem a Nova Orleans. O pastor foi uma das primeiras mortes registradas pela doença no estado da Virgínia.

O homem afirmava que a pandemia era uma estratégia da mídia para derrubar o presidente norte-americano. “Histeria em massa”, escreveu ele em um post, no dia 13 de março. Além disso, Sprandlin replicou um post que contava a história de um missionário que teria se protegido da peste bubônica com o “Espírito de Deus”.

“Enquanto eu andar à luz dessa lei [do Espírito da vida], nenhum germe se ligará a mim”, dizia a publicação.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade