fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Pais desaparecem após deixar bebê em comércio

Na quarta-feira (dia 1°), o pai do bebê pediu para que a dona do comércio cuidasse do menino, pois a mãe havia sumido e ele iria atrás dela

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/TV
PUBLICIDADE

Uma criança de 11 meses foi deixada em um comércio pelo pai. O homem teria dito que voltaria para buscar a criança, no entanto, após três dias ele não havia retornado. Com isso, os comerciantes acionaram o Conselho Tutelar. 

O portal G1 apurou o caso. Conforme o que foi relatado pela conselheira tutelar Cibele Batista Viriato, os pais da criança passaram um tempo vivendo nas ruas, período em que eram usuários de drogas. Após a mulher engravidar, o casal afirmou que pararia de consumir drogas. O homem teria voltado a trabalhar e ambos passaram a morar em um bairro de Praia Grande-SP. 

Na quarta-feira (dia 1°), o pai do bebê pediu para que a dona do comércio cuidasse do menino, pois a mãe havia sumido e ele iria atrás dela. Ele informou que a mulher passou dois dias fora de casa e não retornou. 

A identidade dos pais é um mistério. Após três dias sem notícias, os comerciantes acionaram o Conselho Tutelar e a criança foi recolhida para um abrigo municipal. A instituição notou que o bebê apresentava bons sinais de saúde e descobriu a localização da residência do casal. Ao chegar lá, uma equipe notou que o imóvel estava fechado. Além disso, havia roupas no varal e o quintal estava limpo e conservado. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Ela ficou aguardando o rapaz voltar, porque a criança está bem cuidada, é bem tratada. Você vê que é uma criança que está com uma pele boa, está gordinha. Dá para perceber que não é uma criança que foi abandonada. Normalmente, quando os pais são usuários, a criança é mais magrinha. E ele não”, declara.

O caso, registrado como abandono, será investigado pela Polícia Civil.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade