fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Motociclista embriagado invade barreira e mata dois trabalhadores de obra em SP

No mesmo período do ano passado, foram registrados 299 casos de homicídios no trânsito, sem intenção, e três dolosos. Os dados são da SSP (Secretaria da Segurança Pública)

Avatar

Publicado

em

Foto: Moto guiada por coordenador de 41 anos foi apreendida pela polícia. Foto: reprodução
PUBLICIDADE

Alfredo Henrique
São Paulo, SP

Dois homens morreram após serem atropelados por uma moto Harley Davidson, pilotada por um homem, de 41 anos, após ele invadir uma barreira com cones, por volta da 1h30 desta sexta-feira (2), em uma obra de recapeamento na região da Vila Matilde (zona leste da capital paulista). Segundo o teste do bafômetro, o condutor da moto, que acabou preso, estava embriagado no momento do acidente.

Colegas de trabalho do ajudante Juvane Pereira dos Santos, 44, e do motorista José Teófilo dos Santos Filho, 59, afirmaram à polícia que o motociclista invadiu, em alta velocidade, a área onde as vítimas faziam o recapeamento de parte da avenida Conde de Frontin, a Radial Leste, na altura do número 2000. A Polícia Militar foi acionada em seguida.

Ao chegar no local do acidente, policiais militares constataram que as vítimas eram socorridas por unidades de resgate dos bombeiros. Santos e Filho foram encaminhados ao Pronto-Socorro do Tatuapé, também na zona leste, mas não resistiram e morreram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alguns metros à frente do local dos atropelamentos, os policiais visualizaram o suspeito, que é coordenador de um CAI (Centro de Atendimento Inicial), da Fundação Casa. Ao abordar o motociclista, os PMs notaram que ele aparentava estar “completamente embriagado”, segundo consta no boletim de ocorrência. O documento policial diz que o piloto apresentando sinais como “falta de equilíbrio, voz exaltada, forte odor etílico, agressividade e fala desconexa.”

O homem, ainda de acordo com o boletim de ocorrência, teria admitido que bebeu antes de pilotar a Harley Davidson Fat Boy, modelo 2011. O veículo está avaliado em R$ 37.987, segundo a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Ele concordou em fazer o teste do bafômetro, que indicou a ingestão de 0,54 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Segundo a lei, ao ultrapassar 0,05 miligramas, o condutor comete uma infração de trânsito. Acima de 0,33, já é crime de trânsito, caso do coordenador, que deverá perder o direito de dirigir, por 12 meses, além de ter de pagar multa de R$ 2.934,70, pois cometeu uma infração gravíssima, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.

O suspeito também se feriu, nas costas e nas nádegas, foi atendido no pronto-socorro do hospital Hermelino Matarazzo e, em seguida, levado ao 10º DP (Penha de França), onde o caso foi registrado como homicídio culposo (sem intenção de matar), com agravante de embriaguez ao volante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por ter sido preso em flagrante, o suspeito deve ser submetido a uma audiência de custódia, o que não havia ocorrido até a publicação desta reportagem, segundo o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).

A Fundação Casa, da gestão João Doria, afirmou que ainda não foi notificada pela polícia e, por isso, não irá se manifestar neste momento.

Procurada sobre a obra, a Prefeitura de São Paulo, gestão Bruno Bruno Covas (PSDB), não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Quase um homicídio diário no trânsito de SP Entre janeiro e agosto deste ano, foram registrados 248 homicídios no trânsito da capital paulista, dos quais 241 foram culposos (sem intenção) e sete dolosos (com intenção de matar).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No mesmo período do ano passado, foram registrados 299 casos de homicídios no trânsito, sem intenção, e três dolosos. Os dados são da SSP (Secretaria da Segurança Pública).

As informações são da FolhaPress




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade