Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Morre Chris, o carneiro mais lanoso do mundo

O carneiro foi encontrado perto de Canberra em 2015 com mais de 40 kg de lã. Após o resgate, ele foi tosquiado e passou a viver em um santuário

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Morreu na terça-feira (22), na Austrália, o carneiro Chris, que ficou conhecido após ser encontrado com mais de 40 kg de lã. As causas da morte do bicho não foram divulgadas.

Chris vivia em um abrigo para animais de fazenda, desde que foi resgatado perto de Canberra, capital da Austrália, em 2015.

“Estamos arrasados com a perda dessa alma doce, inteligente e amiga”, publicou a página oficial do Little Oak Sanctuary.

Quando os voluntários encontraram Chris, o carneiro mal conseguia andar de tanta lã. Era como se o animal vestisse um casaco de pele com 47 centímetros de espessura.

Para tosquiar o bicho, em 2015, demorou 42 minutos. A lã de Chris está hoje guardada no Museu Natural da Austrália, em Canberra.

Mais que um carneiro felpudo

Chris, o carneiro felpudo, depois de tosquiado, já vivendo no santuário Little Oak, na Austrália

Resgatado, Chris foi levado ao santuário Little Oak, onde viveu na companhia de outros animais de fazenda. Os tratadores querem que o carneiro seja lembrado por mais características além de produzir tanta lã.

“Ele era muito mais do que isso, tão mais do que isso; e nós vamos nos lembrar dele por tudo o que ele foi aqui – ‘alguém’, e não ‘algo’ – conosco”, diz a nota divulgada após a morte do animal.


Você pode gostar
Publicidade