fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Homem se veste de Pateta e induz crianças ao suicídio nas redes sociais

O Tribunal de Justiça e da Polícia Civil de Santa Catarina foi a primeira instituição brasileira a alertar sobre o perigo

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Jonathan Galindo é o responsável por um perfil nas redes sociais responsável por promover desafios de auto-mutilação entre crianças. Nos vídeos, Jonathan aparece caracterizado como uma figura que se assemelha ao personagem animado Pateta. O ícone infantil da Disney é utilizado, no entanto, para fazer ameaças e induzir as crianças ao suicídio. 

Criado há três anos, no México, o perfil chegou recentemente ao Brasil. O Tribunal de Justiça e da Polícia Civil de Santa Catarina foi a primeira instituição brasileira a alertar sobre o perigo.

O perfil foi recriado por vários suspeitos que agem de forma semelhante. As contas costumam ter poucas postagens. O intuito inicial dos criminosos é conseguir a confiança das crianças para, em seguida, enviar mensagens privadas com textos, vídeos e áudios com ameaças e intimidações. Além disso, há relatos de que são ensinadas técnicas de suicídio. Trata-se do desafio de 50 dias de auto-mutilação, que chega a induzir o suicídio entre crianças e adolescentes.

As autoridades alertam os pais sobre a importância de ficar atento ao comportamento das crianças, já que, em geral, os suspeitos pedem para elas apagarem as mensagens e não deixam rastro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade