fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Homem confessa que matou filho de 5 anos com facada no pescoço e vira réu em processo

Após ser detido, no dia 13 de agosto, o suspeito chegou rindo à delegacia

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O servente de pedreiro Cristiano Lima Arsenio é réu no processo em que é suspeito da morte do filho de 5 anos, morto com um corte no pescoço em agosto desse ano.

A inclusão do suspeito como réu no processo partiu da denúncia do Ministério Público do Acre (MP-AC). Ele é acusado do crime de homicídio com as qualificadoras de futilidade, meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima e ainda destituição do poder familiar.

A defesa de Cristiano tem 10 dias para responder as acusações, alegar o que tiver interesse e apresentar documentos e justificações.

Após ser detido, no dia 13 de agosto, o suspeito chegou rindo à delegacia. O crime ocorreu na casa da família, em Rio Branco. A mãe notou que a criança estava morta apenas quando foi no quanto dele, já pela manhã. O suspeito tentou fugir, mas foi detido no mesmo dia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A defesa do acusado alegou que ele vinha enfrentando problemas de dependência química, e que vinha sofrendo perturbações mentais em razão de crises de abstinência. Com isso, os advogados dele chegaram a entrar com um pedido de liberdade provisória, já que ele era réu primário.

Em depoimento à polícia, o suspeito alegou que teve um surto pela abstinência de drogas, foi na cozinha pegar uma faca e seguiu para o quarto dos filhos. Chegando lá, ele degolou a criança, que morreu ao lado do irmão, de apenas 5 meses.

Em seguida o investigado retornou para a cama, deitou ao lado da mulher e dormiu até de manhã.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade