fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Falso médico que atendia pacientes com Covid-19 é preso em Hospital

Investigações apontam que o suspeito trabalhava no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande-SP, há pelo menos um ano

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Um homem foi preso pela Polícia Federal, na noite desse domingo (31), acusado de se passar por médico e atender pacientes com Covid-19, em um hospital de São Paulo. De acordo com a apuração da polícia, o suspeito usava os documentos de um médico oftalmologista que atua na Colômbia.  

As investigações apontam que o suspeito trabalhava no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande-SP, há pelo menos um ano e, recentemente, estava atendendo pacientes contaminados pelo novo coronavírus. Antes de chegarem até o suspeito, as autoridades perceberam que alguém se identificava, falsamente, com o nome do médico Henry Cantor Bernal, pois o homem que atuava em Praia Grande seria negro, e o médico que teve seus documentos usados, branco.

O homem foi preso e levado para uma delegacia local. Em depoimento à polícia, o suspeito alegou que teria cursado medicina no Paraguai. Com ele, a polícia apreendeu diversos documentos com o nome do verdadeiro médico. Ele responderá pelo crime de exercício ilegal da função de Medicina e falsidade ideológica. Em pesquisa, a polícia constatou que o verdadeiro médico registrou boletim de ocorrência notificando o desaparecimento de seus documentos.

A direção do Hospital Municipal Irmã Dulce alegou que o homem era funcionário de uma empresa médica que presta serviços ao hospital. A unidade hospitalar acionou a empresa para prestar esclarecimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade