Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Esposa de homem de 32 anos que morreu de Covid relembra união de quase 16 anos

Olhar as estrelas é parte da rotina de Helena, de 6 anos, depois que ela perdeu o pai para a Covid-19, Rodrigo Bozzola Almeida tinha 32 anos

Foto: Arquivo Pessoal

Olhar as estrelas é parte da rotina de Helena, de 6 anos, depois que ela perdeu o pai para a Covid-19. Rodrigo Bozzola Almeida tinha 32 anos quando morreu vítima da doença. Agora, a menina busca manter a memória dele viva e tê-lo como um anjo protetor.

Em um desenho feito por Helena, Rodrigo aparece com asas de anjo ao lado de Jesus. Essa foi a forma que a mãe dela, Andressa Dias, de 32, encontrou para explicar à menina que o pai não resistiu à doença e morreu no dia 16 de junho deste ano, em Sorocaba (SP).

Foto: Arquivo Pessoal

Andressa relatou que a saudade está nas lembranças presentes em cada canto da casa, da cidade e nos traços da menina, que é fruto de 16 anos de união com Rodrigo.

De acordo com Andressa, a morte do marido ocorreu um mês antes do aniversário da filha, que estava sendo planejado pela família. Lidar com o luto é uma batalha diária para ela.

‘Ele era sensacional’

Rodrigo era apaixonado por carros rebaixados e trabalhava na área de mecânica com veículos desse estilo. Seu maior sonho era construir uma loja que fizesse parte do segmento.

No dia do sepultamento, em 17 de junho, amigos e familiares fizeram uma carretada em homenagem a ele com carros rebaixados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O amor pelos carros só não era maior que o que ele sentia pela família. Tanto que ele vendeu o veículo que tinha para poder comprar uma casa e viver com a esposa e a filha.

Internação

Andressa explica que o marido chegou a tomar duas doses da vacina contra a Covid-19 e não havia conseguido receber a terceira por ter gripes constantes. Ele era hipertenso, mas segundo a esposa a pressão estava controlada.

O primeiro atendimento dele foi na Unidade Pré-hospitalar da Zona Norte de Sorocaba, no dia 20 maio, quando Rodrigo começou a ter febre, sintomas gripais e vômito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele foi transferido para um hospital particular, onde foram identificadas uma alteração no rim dele e pneumonia. Apenas depois de sete dias Andressa soube do diagnóstico positivo para Covid-19.

Rodrigo pegou uma bactéria no pulmão, o que contribuiu para que a saúde dele ficasse fragilizada, e acabou não resistindo à doença.








Você pode gostar