fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Durante a pandemia, polícia fecha bingos clandestinos com vários clientes idosos

Em um dos bingos, a polícia encontrou 60 máquinas caça-niqueis e 27 clientes

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/TV
PUBLICIDADE

Em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), a Polícia Militar (PM) suspendeu as atividades de dois bingos clandestinos. As equipes cumpriam os mandados de busca e apreensão, desde às 14h desta quinta-feira (9). No momento da abordagem, mais de 20 clientes foram encontrados em um dos estabelecimento, e 90% deles eram idosos. 

A operação foi realizada em Santos-SP e mobilizou 20 policiais militares. Em um dos bingos, localizado no bairro Gonzaga, a polícia encontrou 60 máquinas caça-niqueis e 27 clientes, que participavam dos jogos de azar. As autoridades também encontraram R$ 48.300 em espécie, com parte da quantia escondida no lixo e dentro do forro do estabelecimento.

Foto: Divulgação/Polícia Militar

O outro bingo clandestino se encontrava no bairro Rua da Paz. No local, os policiais encontraram dez máquinas caça-niqueis, três clientes e aproximadamente R$ 18.000 em espécie.

Foto: Reprodução/TV

A PM frisa que os espaços onde eram realizadas as apostas não possuíam circulação de ar e os clientes representavam o grupo de risco da Covid-19, devido à idade avançada. Além disso, os apostadores não utilizavam equipamentos de proteção, como máscaras. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ação foi deflagrada pelo Ministério Público com o apoio da Polícia Militar. De acordo com o promotor do Gaeco, Vinicius Rodrigues França, o caso será investigado como crime contra a saúde pública. A PM informou que boa parte dos itens apreendidos nos locais foram destinados para o Estado de São Paulo e órgãos da prefeitura. As autoridades locais investigam o caso para identificar outras pessoas envolvidas.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade