fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Dona Salomé, torcedora símbolo do Cruzeiro, morre aos 86 anos

Maria Salomé da Silva passou mal no último domingo (8), quando esteve no Mineirão assistindo o rebaixamento do clube à Série B

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

A torcedora símbolo do Cruzeiro Maria Salomé da Silva morreu na madrugada desta terça-feira (10), em Belo Horizonte. No último domingo (8), Dona Salomé esteve no Mineirão e passou mal durante o jogo contra o Palmeiras, que decretou o rebaixamento da Raposa para a segunda divisão pela primeira vez em 98 anos de história. Salomé parte aos 86 anos.

Dona Salomé chegou a ser atendida no posto médico do estádio e depois foi encaminhada para um hospital na região Centro-Sul da capital de Minas Gerais. A torcedora acabou não resistindo e morreu em decorrência de problemas cardíacos.

A senhora era uma das torcedoras mais ilustres do Cruzeiro e também funcionária do clube. Além de sempre acompanhar as partidas do time no Mineirão, ela também marcava presença em praticamente todos os jogos do Sada Cruzeiro, no vôlei.

Dona Salomé entrando em campo ao lado de Lucas Silva. Foto: Reprodução/Twitter

 

“O Cruzeiro presta solidariedade aos familiares e aos mais de nove milhões de torcedores, que neste dia 10 de dezembro se tornam órfãos de uma das mais apaixonadas cruzeirenses”, publicou o clube no Twitter. A conta do Mineirão na rede social também se despediu da torcedora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No última dia 3, Dona Salomé esteve envolvida em uma confusão na saída do ginásio Divino Braga, em Betim, onde o Sada Cruzeiro disputava o Mundial de Clubes de Vôlei. Na ocasião, a Polícia Militar registrou agressão de torcedores do rival Atlético-MG à torcedora. Ela, no entanto, negou o ocorrido.
Dona Salomé deixa o filho Roberto e três netos.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade