fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Denunciado por estupro é investigado por tentativa em novo caso

A polícia pontua as diferenças entre a primeira e a segunda vítima. O rapaz registrou boletim de ocorrência por denunciação caluniosa e ameaça

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Denunciado por dopar e estuprar uma jovem de 18 anos, um estudante de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) está sendo investigado por um novo caso de tentativa de estupro. Os dois casos estão sendo investigados em sigilo pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá.

A vítima, que não quis se identificar, contou que conheceu o rapaz em uma rede social. Eles combinaram de se encontrar para tomar um sorvete. O rapaz foi buscá-la em casa. Logo que entrou no carro, a jovem conta que ele tentou pegar nas partes íntimas dela. Ainda segundo a ela, o homem aparentava nervosismo, mas ela imaginou que fosse por constrangimento. Porém, ao final do encontro, ele tentou mais uma vez, de maneira mais agressiva. Depois do ataque, o estudante de medicina insistiu para ela ir com ele beber em algum lugar, mas ela se recusou.

A polícia pontua as diferenças entre a primeira e a segunda vítima. A primeira alega ter sido estuprada e a segunda denuncia tentativa de estupro. Na semana passada, a jovem de 18 anos fez postagens nas redes sociais dizendo que havia sido estuprada depois de tomar um remédio e ficar inconsciente. Depois, ela denunciou o caso à polícia.

Segundo ela, o episódio ocorreu no dia 4 de dezembro do ano passado, mas só veio à tona após a publicação, na quarta-feira (5). O rapaz registrou boletim de ocorrência por denunciação caluniosa e ameaça.


Leia também
Publicidade