fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Curandeiro indiano que alegava exorcizar coronavírus morre de Covid-19 e infecta ao menos 20

Ele havia testado positivo para a Covid-19 em 3 de junho, um dia antes de morrer

Avatar

Publicado

em

Foto: Reuters
PUBLICIDADE

Autoridades da Índia relataram que um curandeiro que alegava exorcizar o novo coronavírus de pacientes veio a óbito, em decorrência da Covid-19. O homem beijava a mão de pessoas contaminadas pela doença, com o intuito de promover o “exorcismo do coronavírus”.

É estimado que o homem tenha transmitido a doença para ao menos 20 pessoas durante as cerimônias. Ele havia testado positivo para a Covid-19 em 3 de junho, um dia antes de morrer.

Além desse curandeiro, que não teve a identidade confirmada, as autoridades indianas já identificaram 29 ocultistas envolvidos em “exorcismo do coronavírus”. Durante os rituais, os curandeiros sopram a água que, em seguida, é consumida pelos seguidores. Dessa forma, o vírus acaba se proliferando por meio de gotículas de saliva que saem da boca e do nariz.

Até o momento, a Índia registra aproximadamente 299 mil casos de Covid-19 e cerca de 8,5 mil mortes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade