Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Bebê acorda de coma e sorri para o pai

Ele tem um tumor raro no coração e luta para conseguir uma cirurgia 

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

Os pais de Michael Labuschagne compartilharam os momentos de pânico e felicidade que tiveram ao mesmo tempo, quando o bebê, de apenas três meses de vida, acordou após sofrer uma parada  cardíaca. A primeira coisa que a criança fez, foi sorrir para o pai. Com um tumor raro no coração, os médicos acreditavam que ele nunca iria sair do coma, por ter ficado sem oxigênio cerca de nove minutos. 

Emma, a mãe, relata que o bebê acordou ofegante e o pai, Stuart, começou a fazer a reanimação cardiopulmonar (RCP), enquanto ela ligava para os serviços de emergência. A criança foi levada rapidamente ao Hospital Infantil de Bristol, na Inglaterra. 

Na unidade médica, eles foram informados de que Michael tem um tumor cardíaco e raro e, com a parada cardíaca, eram grandes as chances dele sofrer dano cerebral. O bebê foi colocado em coma induzido e os pais informados de que ele certamente não despertaria. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dias depois, os médicos reduziram a sedação do menino e ele começou a piscar e se contorcer. Michael abriu os olhos e sorriu para o pai. De acordo com os médicos, apenas 7% dos bebês sobrevivem a uma parada cardíaca fora do hospital. 

A criança ainda deve passar por uma grande jornada para sobreviver. O tumor está anexado dentro da câmara esquerda do coração, sendo urgente uma cirurgia para a correção. Outra alternativa seria o transplante de órgão e o bebê já está na lista de espera.



Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade