Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Avião despeja ‘chuva de excrementos’ em jardim

De acordo com a BBC, a “chuva de excrementos” ocorreu em meados de julho, mas só foi revelada agora

Em Berkshire (Londres), um homem estava relaxando em seu jardim quando foi “atingido de uma forma muito desagradável” por dejetos humanos que caíram de um avião.

De acordo com a BBC, a “chuva de excrementos” ocorreu em meados de julho, mas só foi revelada agora. A vereadora Karen Davies disse que foi contatada por um contribuinte e ficou “horrorizada” ao saber do “terrível” incidente.

As declarações da parlamentar ocorreram no fórum de aviação do The Royal Borough Of Windsor & Maidenhead. A vereadora disse que o jardim inteiro da casa, seus guarda-sóis e o próprio homem ficaram todos cobertos de excrementos.

Como aconteceu ?

O homem atingido mora em Windsor, cidade famosa por abrigar o mais dos cinco aeroportos que atendem Londres e um castelo de propriedade da família real britânica.

“Eu sei que uma série de incidentes acontecem todos os anos com esgoto congelado de aviões”, disse Davies. “Mas o que caiu dessa vez não estava congelado e todo o jardim do homem estava respingado de uma forma muito desagradável.”

“Ele estava no jardim no momento, então foi uma experiência realmente horrível, horrível. Esperamos que isso nunca mais aconteça com nenhum de nossos residentes”, acrescentou ela.

A suspeita é que, nos aviões, existem compartimentos que armazenam dejetos humanos em tanques especiais, que normalmente são esvaziados assim que o avião pousa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As autoridades internacionais de aviação reconhecem que podem ocorrer vazamentos durante os voos. O especialista em aviação Julian Bray explicou à BBC como os vazamentos podem acontecer.

Outro conselheiro, John Bowden, chamou o incidente de “uma chance em um bilhão”. Ele sugeriu que o tempo quente significava que o excremento poderia ter “caído como um item mais ‘fluido'”.

“Aeronaves modernas têm banheiro a vácuo, por isso são muito seguras e bem vedadas. O problema é a junção a vácuo entre o mecanismo do banheiro e o tanque de armazenamento”, afirmou Bray.

“Mas não é possível existir uma vedação 100% estanque, pois é necessário um pouco de flexibilidade, pois a aeronave passa por vários níveis de pressão.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O que parece ter acontecido é que quando a aeronave estava chegando à terra, a 1.800 metros de altura, a pressão mudou. Houve um vazamento e infelizmente o cavalheiro neste jardim —não esquecendo também de seus dois guarda-chuvas – foram atingidos por este material”, diz Bray.








Você pode gostar