Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Após ser ameaçado, vendedor de sopa recebe apoio de moradores

Homem se incomodou com a presença do trabalhador e ameaçou descer do apartamento para agredi-lo, caso o vendedor não se calasse

Foto: Reprodução

O vendedor de sopa Izael Menezes diariamente enche sua caixa de isopor com cerca de 500 ml de quentinhas para vender em Salvador-BA, na região de Acupe de Brotas. Durante a rotina de trabalho, Izael usa a voz para anunciar aos clientes sua presença. No entanto, o morador de um condomínio nas proximidades se incomodou com o trabalhador e o ameaçou, mandando que Izael se calasse e saísse dali. Indignados, um grupo de moradores do mesmo edifício se mobilizou para apoiar o vendedor.

Segundo o relato dos moradores, o homem que se incomodou com a presença de Izael ameaçou descer do apartamento e agredi-lo, caso o vendedor não se calasse. Os moradores descrevem Izael como uma pessoa educada e trabalhadora. Na última quarta-feira (16), após sofrer as ameaças, o vendedor parou de trabalhar e foi visto chorando enquanto voltava para casa. Izael passou a vender as sopas após ficar desempregado.

Comovidos com a cena, os moradores se mobilizaram por meio de um grupo de Whatsapp do condomínio e pediram o Pix do vendedor. As doações foram e enviadas a Izael, que agradeceu a ajuda em um vídeo com a esposa e as três filhas. Além da ajuda financeira, os moradores incentivaram que ele continuasse a vender a sopa nesta quinta (17).

Na ocasião, um grupo de moradores recebeu o vendedor com gritos e aplausos, que contagiaram outros condôminos nas varandas: “olha a sopa! olha a sopa”, gritaram os moradores.






Você pode gostar