fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Coluna Léo Dias

Simone e Simaria reabrem o ‘Bar das Coleguinhas’ em novo DVD; saiba tudo que rolou

Léo Dias

Publicado

em

Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews
PUBLICIDADE

Brasília, em breve, deve receber o novo show das ‘coleguinhas’, que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (13), em São Paulo. Pelo menos é o que prometem Simone e Simaria, que gravaram o DVD “Bar das Coleguinhas 2” na ocasião, e querem levar o espetáculo para todo o Brasil. A Coluna do Leo Dias foi convidada para conferir o show de perto, e conta agora tudo que rolou em cima do palco e também nos bastidores, onde diversos vips estiveram presentes.

Os preparativos para a gravação foram marcados por imprevistos de última hora – como a mudança do local do show por conta das chuvas e o cancelamento da participação de Wesley Safadão, que estava doente – mas, nada desanimou as artistas que levaram muito brilho, espontaneidade, e uma máquina de novos hits para o público. A grande aposta do repertório foi a música “Amoreco”, lançada dias antes do DVD, e que já estava na boca dos fãs. Elas receberam no palco a dupla Os Parazim, com Thiago e Samuel, outro momento alto do show.

Simaria, que costuma encabeçar os projetos mais ousados da dupla, até certo momento da gravação, confidenciou que estava bastante nervosa. Depois, já se sentia realizada com o novo projeto, ainda mais após enfrentar uma doença que a tirou um período dos palcos. “Já tirei um peso das costas viu? Agora tô realizada e curtindo com vocês”, disse a cantora no show.

Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews

Foram várias trocas de roupa, mas uma coisa estava sempre presente nas ‘coleguinhas’: brilho, muito brilho. Elas estavam com looks repletos de pedras e usando joias que refletiam até no fã mais longe do palco. Aliás, uma curiosidade, Simaria revelou que até a meia calça escolhida para a ocasião era especial: “Não posso nem rasgar essa meia, é daquelas de 340 reais.”

Imprevistos

Questionadas sobre os imprevistos antes da gravação, Simone falou sobre o cancelamento da participação de Wesley Safadão em cima da hora, por uma infecção intestinal. “Deus escreve certo e por linhas certas. O Wesley é um amigo querido, que nós temos um amor pela vida dele. Se não era para ele estar neste momento, a gente entende. Deixamos nosso carinho e amor. Numa próxima oportunidade ele vai estar, é muito parceiro nosso”, disse.

Simaria revelou o perrengue enfrentado por conta da mudança do show, que aconteceria em uma fazenda em Boituva, interior de SP, mas por conta das chuvas, precisou acontecer na capital paulista, em um local mais seguro. “Já tinha muita coisa lá na fazenda. O lugar era lindo, perfeito. Os meninos correram com tudo, trouxeram todos os equipamentos, e conseguimos montar aqui. Fiquei até quase quatro da tarde hoje vendo se tudo estava como eu imaginava. No making-off vocês vão poder acompanhar.”

Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews

Projeto veio antes de Simaria ficar doente

Diagnosticada em 2018 com tuberculose ganglionar e afastada dos palcos, Simaria contou em entrevista que já tinha o plano de gravar o ‘Bar das Coleguinhas 2’ desde esta época, mas esperou a recuperação e ‘um sinal de Deus’ para retomar o projeto. Ela confidenciou à Coluna que tinha medo de não dar conta de todo o trabalho, mas recebeu, em uma visita na igreja, uma mensagem de uma pastora que a fez ter certeza que era o momento de gravar o DVD.

“Tinha essa vontade de fazer o bar de novo faz tempo. Mas aí eu caí doente, não era a hora. Depois eu senti como se Deus tivesse falando comigo e que era a hora de retomar o projeto. Fui para uma igreja e tinha uma pastora dos Estados Unidos pregando. Ela disse: ‘Não deixe de fazer aquilo que Deus te predestinou a fazer. Não ouça os ventos contrários. Tem alguém ouvindo os ventos contrários aqui?’. Na hora eu levantei a mão. Ela veio, orou, e eu saí daquela igreja com a convicção de que tinha que fazer esse DVD de qualquer maneira.”

Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews

Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews

Vips na plateia

Como todo bom show, principalmente se tratando de uma gravação de DVD, a plateia de Simone e Simaria também contou com a presença de famosos. Estavam lá as apresentadoras Ana Hickmann e Daniela Albuquerque, a socialite Zilu, influenciadores e ex-BBBs.

Foto: Manuela Scarpa/BrazilNews

A primeira famosa a chegar no espaço foi a mais nova solteira do pedaço, Zilu. com um look bastante discreto, mas muito elegante, ela já correu para garantir seu lugar ‘na grade’, ou seja, o mais perto possível para acompanhar as ‘coleguinhas’. Ela não deixou dúvidas de que está muito bem após o fim do relacionamento de dois anos com Marco Ruggiero. Ao ser questionada sobre o novo status, a socialite deu uma risada e falou: “Tô solteira sim, graças a Deus”. Zilu também falou do ex, Zezé di Camargo, e resumiu a relação deles com apenas uma frase: “Eu lá, ele cá.”

Ao contrário de Zilu, quem não fez questão alguma de falar com esta coluna e tratou de fechar a cara quando abordada foi Ana Hickmann. Aliás, ela saiu de fininho no meio do show, fugindo também de qualquer imprensa presente.

Brilhando e esbanjando sorrisos estava Daniela Albuquerque, acompanhada também do marido, Amilcare Dallevo Jr. A apresentadora distribuiu selfies, mostrou que sabia cantar a ‘sofrência’ e acompanhou Simone e Simaria durante as duas horas de gravação.

Transitando quase sem ser notado pelo espaço estava o ex-BBB Eliéser Ambrósio. Lembram dele? Participou também do ‘Power Couple’, da Record. Normalmente inseparável da mulher, Kamilla Salgado, Eliéser surpreendeu a coluna por estar sozinho. Ao conversar com ele, entendemos: foi o bom e velho ‘vale night’. “A Kamilla tem fotos para fazer amanhã cedo e não pôde vir. Considero aqui também um trabalho, venho para me divulgar”, tratou logo de explicar, mostrando que estava acompanhado do empresário.

‘Amoreco’ na boca do público

Com a missão cumprida e fazendo com que o público saísse do show com o hit “Amoreco” na cabeça, Simone e Simaria finalizaram a apresentação relembrando seus grandes sucessos da carreira, entre eles “Regime Fechado” e “126 cabides”.

Com colaboração de Lucas Pasin

O conteúdo publicado nesta Coluna não corresponde necessariamente à opinião ou à postura do Jornal de Brasília, de forma que o jornalista subscritor é inteiramente responsável pelo teor da matéria.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade