Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Coluna Léo Dias

Ludmilla mostra a importância da representatividade em seu bloco no Rio: ‘Me sinto acolhida’

Acompanhada de uma legião de fãs e foliões, Ludmilla levou para as ruas do Rio de Janeiro ontem o seu bloco ‘Fervo da Lud’.

Por Léo Dias 26/02/2020 5h42
Ludmilla

A Prefeitura do Rio fala em cerca de 1 milhão de pessoas acompanhando a cantora que está nas paradas de sucesso com diversos hits. A Coluna do Leo Dias acompanhou o bloco e conversou com a cantora antes dela subir no trio.

Além do destaque na música com diversos hits, a artista falou também sobre sua vida pessoal. Ela, que se casou em dezembro de 2019 com Brunna Gonçalves, sua bailarina, revelou estar se sentindo acolhida pelo público.

“Acho que a diversidade em si acontece até quando estou apenas ali parada com a minha esposa. Isso já representa muito. Na Avenida [Marquês de Sapucaí], a gente andou de mãos dadas, paramos em alguns camarotes, e tinha muitos casais ‘héteros’, ‘até de idade’. Eles pararam e falaram que não tinham essa receptividade com casais gays até conhecerem a gente, e que [nosso casamento] mudou a visão deles. Eu fico muito muito feliz, porque eu não sou muito boa com palavras e ‘textões’, eu sou mais com atitude mesmo, de chegar, fazer, estar, de fazer acontecer, e assim que eu vou tratando a diversidade. Tenho me sentido acolhida, é muito maravilhoso isso”.

Durante entrevista, a cantora também confirmou alguns detalhes de sua carreira internacional. Segundo Ludmilla, este será um ano de diversas realizações. “Estou super animada com minha carreira internacional. Esse ano eu vou fazer algumas coisas em volta disso”, disse, sem dar muitos detalhes.

Sobre a parceria com a rapper norte-americana, Cardi B, gravada em 2019, ainda não revelada, Ludmilla foi categórica: a faixa será lançada ainda em 2020. “Esse ano, sai! Vem, Cardi B!”.








Você pode gostar