Menu
JBr News

Sai Xandão, entra Cármen. Como fica o TSE

A ministra do (STF) Cármen Lúcia assumiu a presidência do Tribunal Superior Eleitoral no lugar de Alexandre de Moraes, que deixou a Corte.

Jeferson Legal

04/06/2024 11h14

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia assumiu a presidência do Tribunal Superior Eleitoral no lugar de Alexandre de Moraes, que deixou a Corte.

São estilos bem diferentes. Moraes é durão – não por acaso ganhou de seus detratores o apelido de Xandão. Cármen, mineira, é mais suave e conciliadora.

Mas isso não quer dizer que não seja firme, como já demonstrou em outras ocasiões, como quando presidiu o STF no episódio da prisão do hoje presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em seu discurso de posse, Cármen Lúcia prometeu ser dura no combate às fake news nas próximas eleições municipais. Ela conseguirá? Como fica o TSE com a mudança?

É o que analisam Alexandre Jardim e Rudolfo Lago no JBrNews de hoje.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado