Jornal de Brasília

Informação e Opinião

JBr News

Lula quer diálogo. Mas pode não ser com Arthur Lira

Enquanto a PF faz operações que atingem diretamente Bolsonaro e seu núcleo mais duro, Lula se aproxima de seus aliados governadores

Por Jeferson Legal 08/02/2024 11h00

Enquanto a Polícia Federal faz operações que atingem diretamente o ex-presidente Jair Bolsonaro e seu núcleo mais duro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz movimentos que talvez consigam de fato ultrapassar o caminho da polarização intensa que o país viveu nos últimos tempos.

Caminhos que fazem o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), um dos personagens políticos que mais se aproveitou disso, reagir fortemente. Nos últimos dias, Lula fez gestos de aproximação com os três principais governadores de oposição: Tarcísio de Freitas (Republicanos), de São Paulo; Claudio Castro (PL), do Rio de Janeiro, e Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais. Essa construção de pontes passa também pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Um jogo que foi percebido por Lira. Que interpretou que a sugestão de diálogo que Lula fez na mensagem que enviou na abertura dos trabalhos do Congresso pode não ser exatamente com ele.

Os movimentos de Lula e a reação de Lira são o tema do JBrNews de hoje. Com Alexandre Jardim e Rudolfo Lago.






Você pode gostar