Jornal de Brasília

Informação e Opinião

JBr Literatura

JBr Literatura #020 – Entrevista com a escritora Vanessa Passos

Vanessa Passos é escritora, professora de escrita criativa, consultora literária, Doutoranda em Literatura e produtora cultural

Por Gilberto Rios 21/07/2021 3h02

Vanessa Passos é escritora, professora de escrita criativa, consultora literária, Doutoranda em Literatura e produtora cultural. Teve textos vencedores em diversos concursos literários e participação em várias antologias. É autora dos livros Manual de estilo e criação literária com a artesã Lygia Bojunga (2018), Fábrica de histórias (2019) e A mulher mais amada do mundo (2020). A filha primitiva (2020) é seu romance de estreia, que está concorrendo ao Prêmio Kindle de Literatura. É também idealizadora do Programa Formação de Escritores e fundadora do Pintura das Palavras, criou o curso 321escreva (curso online de escrita), dá consultoria literária e promove eventos literários. O Pintura das Palavras hoje já alcança quase 13.000 pessoas nas redes sociais, aspirantes a escritores.

O seu novo romance “A filha primitiva” vai participar do Prêmio Kindle de Literatura. Ele conta com a participação de grandes nomes da literatura no projeto do livro: Giovana Madalosso (apresentação), Natalia Timerman (posfácio), desenho (Eduarda Moiano) e Sérgio Ricardo (capista). Teve também a leitura crítica de Paulo Scott, Sérgio Tavares e Carola Saavedra.

Nesta descontraída entrevista, Vanessa Passos dá dicas de uma boa escrita.

A filha primitiva – Kindle Amazon

A obra é dividida em três partes: filha, mãe e avó. Um romance com capítulos curtos de forte impacto e potência. As personagens não são nomeadas, nem precisam. Elas simplesmente são, existem na ficção e, quem sabe, também na realidade, o que vai levar a muitas leitoras se identificar com a história. O livro vai ser publicado pela Amazon KDP dia 19/07 (segunda-feira), às 19h no canal da LiteraTamy e irá concorrer ao Prêmio Kindle de Literatura.

O livro conta com a participação de grandes nomes da literatura: Giovana Madalosso (apresentação), Natalia Timerman (posfácio), Eduarda Moiano (desenho) e capista (Sérgio Ricardo). Além disso, o livro contou com a leitura crítica de Paulo Scott, Sérgio Tavares e Carola Saavedra. Vanessa Passos admite que a literatura e a escrita tem sido essencial neste momento caótico. O livro vem sendo escrito desde 2017 e a primeira versão foi finalizada em 2020, no auge da Pandemia.

Com este romance contundente e de tirar o fôlego, Vanessa Passos nos apresenta uma história de amor e ódio, violência e redenção. Ambientada em Fortaleza, A filha primitiva traz luz e sombra para uma geração de mulheres: avó, mãe e filha – unidas pela dor e pelo abandono, separadas pela fé, pelo ceticismo e pelos segredos que guardam. Uma ficção imersa numa crueza de linguagem e calcada no real que transforma uma história de ancestralidade em grande literatura.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar