Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Conexão JBr

Profundo e emocional: Entrevistamos Luiza Dam sobre novo clipe Late Enough

Projeto paralelo traz canções em inglês compostas pela artista durante seus estudos de atuação em Los Angeles

Em 2020, o Brasil teve uma denúncia de violência contra mulher a cada 5 minutos, de acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. As marcas deixadas por esse tipo de violência podem ser visíveis ou até mesmo silenciosas, causando possíveis traumas e transtornos. Para transmitir mensagem de força, coragem e liberdade para todas as mulheres, Luiza Dam lança Late Enough, com letra profunda e emocional sobre uma mulher que se sente despedaçada após uma situação traumática.

A canção faz parte do seu novo EP, um projeto paralelo com canções em inglês compostas pela artista durante seu curso de atuação na Califórnia. Ao interpretar uma vítima de abuso no curso, Luiza precisou acompanhar depoimentos reais para o estudo de seu personagem. “Tudo isso mexeu muito comigo e eu senti que precisava colocar para fora em uma composição. É um assunto extremamente necessário para falar enquanto mulher, que somos vítimas disso o tempo inteiro. Acontece muito mais do que a gente pode imaginar”, diz a artista. Luiza mostra interpretação emocional no clipe, que teve concepção de roteiro, direção e figurino criados pela própria artista, com direção de Waldemar Castro e produção da Ramed 3D Films.

Com melodia no pop eletrônico, Late Enough foi produzida por Giu Daga, ganhador de três Grammys Latinos com Titãs, NX Zero e CPM22, além de outras nove indicações. O produtor, que trabalha na indústria há mais 20 anos, também produziu as outras duas faixas autorais do novo projeto de Luiza, que serão lançadas nos próximos meses.

SOBRE LUIZA DAM

Natural de São Luís, no Maranhão, Luiza Dam começou a fazer sucesso aos 9 anos de idade com covers no YouTube, assim como pela sua passagem em concursos musicais e programas de TV, como o Ídolos Kids. Seus últimos trabalhos foram lançados diretamente da Califórnia, onde estudou Acting for Film na New York Film Academy, em Los Angeles.

Em seu trabalho autoral, a artista já teve singles em teen pop redondo, baladas emocionantes e pop de pista. Com direção artística de Suely de Carvalho e lançada pelo selo MAB MUSIC, a artista já lançou a autoral Pela Metade, em parceria com Micael Borges, que traz um pop maduro e dançante com influências de R&B.

Seu lançamento Partiu Pra Outra teve clipe inteiramente gravado em realidade virtual, dirigido por Rafael Marques com a inovação da produtora INMAGIC Group, uma das pioneiras em realidade virtual no Brasil. A canção também ganhou um remix produzido pelo DJ e produtor Flakkë e um lyric video com coreografia de Sylvio Lemgruber, da Dança dos Famosos e Show dos Famosos do Domingão do Faustão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar