Siga o Jornal de Brasília

Gastronomia

Café é a bebida mais consumida por brasileiros depois da água

Pesquisa revela ainda que a bebida está em 98% dos lares e que o consumo médio é de 3 a 4 xícaras por dia

Publicado

em

Publicidade

O brasileiro é um apaixonado por café, tanto que a bebida tem um dia especial para celebrá-la, o 24 de maio. Aliás, quem é que não começa o dia com uma xícara quentinha da bebida. Ela traz conforto, desperta lembranças afetivas e ainda dá aquele gás para enfrentar os compromissos diários. Talvez por seja a bebida mais consumida no país, só perdendo o posto de primeiro lugar para a água, e esteja em 98% dos lares.

As constatações são do estudo encomendado pela Jacobs Douve Egberts, que detém marcas como a Pilão e a L’OR, e realizada pela AOCUBO Pesquisa. Com a participação de 3,4 mil pessoas de todos os Estados, o levantamento apontou que o brasileiro consome entre 3 e 4 xícaras da bebida por dia, sendo que o torrado e moído tem a preferência de 79% dos consumidores. Cappuccinos, espresso e solúvel também foram bastante citados pelos entrevistados.

Quando questionados sobre o consumo de café torrado e moído, 49% dos respondentes afirmam que a bebida traz como benefícios disposição e energia. Já o produto em cápsulas foi apontado como ideal para momentos de relaxamento, prazer e socialização.

Dia Nacional do Café

Mais do que o tradicional cafezinho, os grãos que dão origem à bebida mostram versatilidade, entrando na composição de drinques e sobremesas. O Martinica Café oferece no menu um Gin Tônica especial e refrescante com espresso. 

Publicidade

No La Rubia Café (404 Norte), o White Russian (R$ 22) leva vodka, licor de café e creme de leite. Já o La Inconforme (R$ 26) é preparado com bourbon, xarope caseiro de coco com cravo, suco de limão e espresso, enquanto o What? (R$ 24) tem vodca, Aperol, licor de baru, café e creme de leite. Quem não bebe álcool pode ir de Coffee Tonic (R$ 11), com espresso, água tônica e gelo.

Já no Acervo Café (QE 40 do Guará), mais do que os grãos especiais garimpados nas principais regiões produtoras e do ambiente intimista, faz sucesso entre os frequentadores a Coffee Cake (R$12). A receita com chocolate é uma criação de Abigail Lins, mãe do proprietário, aperfeiçoada ao longo de 18 anos.

Na Delicatus Confeitaria (Av.Castanheiras, Águas Claras), é possível saborear o Bolo Ópera (R$ 9,50), composto por camadas de pão-de-ló de amêndoa, embebidas em xarope de café e cobertas com ganache e creme de café. E no Dolce Far Niente (Av. Castanheiras, Águas Claras e 215 Sul), o público pode saborear o típico tiramisù (R$ 20,90), feito com mousse de queijo mascarpone, intercalado com biscoitos champagne embebidos em licor de café, servido com chantilly de vinho e cappuccino. Outro lugar que tem um tiramisù legítimo é a Trattoria da Rosário (QI 17, Lago Sul).

Pensando no dia do café, a sugestão do Contê (403 Sul) é delicioso filé com geleia de pimenta e risoto de café espresso.
Este prato estará disponível até domingo, dia 26 de maio. E quem não dispensa o tradicional cafezinho, o restaurante irá oferece-lo como cortesia nesse período. Basta se cadastrar https://diadeconte.restauranteconte.com.br/dia-do-cafe-2019  e escolher o favorito.

 

Rota da Cafeína

A programação do Dia Nacional do Café coincide com a terceira edição da Rota da Cafeína, que está acontecendo desde o dia 17 de maio no Ernesto Café (115 Sul e 108 Norte). Sob o tema “Do pé à xícara”, o evento chega ao fim nesse domingo. Sendo assim, ainda dá tempo de conferir palestras gratuitas, cursos pagos, campeonatos para leigos e profissionais, feira especializada, entre outras atividades.

As inscrições podem ser feitas no site www.ernestocafesespeciais.com.br. É necessário fazer a inscrições, mesmo para os eventos gratuitos.

Veja a programação

Sexta

19h – Palestra: Moendo os seus conceitos: polêmicas da extração, com Luciano Salomão

Sábado

9h – Curso: Métodos de preparo caseiros, com Luciana Araújo

14h – Palestra: Rostos e histórias do café, com Vanda Borges e Maurício Borges, da Fazenda Sítio Sertãozinho, mediada por Kelly Stein

15h30 – Palestra: Paradoxos da torra, com Nathália Rodrigues (AHA! Cafés), mediada por Kelly Stein

16h30 – Mesa Redonda: Beneficiamento> influências no perfil sensorial do café, com Vanda Borges, Bebel Hamu e Hugo Wolff, mediada por Kelly Stein

18h – Campeonato Copa Koar

Domingo

9h – Feira de produtos

9h – Curso: Da semente à xícara, com João Pedro Freitas

14h – Palestra: Garimpeiro de Cafés Especiais, com Hugo Wolff, mediada por Kelly Stein

15h30 – Palestra: Experiências do Café: Coffea Trips, com Kelly Stein

16h30 – Mesa Redonda: Caminhos do barismo, com Luciano Salomão, João Pedro Freitas e Priscila Pinho

19h Campeonato Copa Melitta

Mais conhecimento

Para celebrar a data, a rede Pão de Açúcar também oferece um workshop para quem está iniciando os estudos nesse segmento. Os variados tipos de cafés, uma breve explicação sobre os grãos e torras, cultivos diferentes pra cada tipo de grão e curiosidades são alguns dos temas a serem abordados. Também haverá degustação sobre a bebida. Na loja da 508/509 Norte, a partir das 19h. A entrada é livre e gratuita. 

 

 


Você pode gostar
Publicidade