fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Santos tenta seguir na cola de rival contra o Cruzeiro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O que parecia quase impossível para o Santos já começa a ser visto como um objetivo alcançável. Após o triunfo por 3 a 2 sobre o Vitória, o Peixe diminuiu para quatro pontos a diferença para o líder Palmeiras, que só empatou com o Atlético-MG. Porém, se ainda quiserem pensar na conquista do título, os santistas precisarão passar por mais uma ‘final’, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Mineirão, diante do Cruzeiro, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar de ter encostado no Verdão, o Peixe pode ver o rival levantar a taça já neste domingo. Caso os comandados de Dorival Júnior percam para a Raposa e o Flamengo tropece contra o Coritiba, basta o alviverde vencer o Botafogo em casa, também neste domingo, às 17 horas, para confirmar a conquista do Brasileirão.

Porém, caso aconteça o inverso, com o Alvinegro triunfando e o Palmeiras perdendo, a diferença para a liderança cai para apenas um ponto, faltando duas rodadas para o término da competição nacional.

“Nós não sabemos o que está reservado para essas rodadas finais. Precisamos fazer a nossa parte. Temos que estar focados e preparados para os próximos dois compromissos fora. E vamos nos preparar para domingo, que é um jogo muito difícil. Acho que nós temos que acreditar sempre. Vejo jogos decisivos para todo mundo. Não será apenas para o Santos. O futebol é inesperado e prega peças”, afirmou o técnico Dorival Júnior.

E para o duelo contra a Raposa, o comandante santista deve promover apenas uma mudança no time em relação aos titulares que bateram o Vitória. O volante Yuri, que atuou como zagueiro diante da equipe baiana, levou o terceiro cartão amarelo e não poderá entrar em campo. Em contrapartida, David Braz retorna de suspensão e formará a dupla de zaga com o argentino Fabián Noguera.

Com isso, o Peixe deve encarar o Cruzeiro com: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Fabián Noguera e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira.

Já o Cruzeiro respirou aliviado do risco inédito de queda para a Série B após o triunfo na última rodada do Brasileiro, contra o Sport. Porém, o intuito é terminar a temporada bem, com vitórias, para dar mais gás para 2017.

Para atrapalhar os planos do Santos, o técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, vai com o que tem de melhor para a partida. O único desfalque certo para o duelo é o atacante, Rafael Sóbis, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, a Raposa tem o retorno de Alisson, que estava suspenso, e ainda o meia Robinho recuperado de lesão muscular.

Com os retornos, resta saber agora se o técnico Mano Menezes vai escalar Ábila na vaga de Sóbis e colocar o atacante Willian, que vinha sendo titular como centroavante, para jogar pelas pontas do campo. A outra opção é colocar Alisson na vaga. De resto, a tendência é que Mano Menezes siga com o time que atuou na última partida.

Livre de qualquer perigo de queda, o torcedor cruzeirense passou a acreditar na possibilidade de disputar a Copa Libertadores em 2017, já que a Raposa está a cinco pontos do sexto colocado, o Atlético-PR, e tem nove pontos a disputar. O treinador azul, entretanto, não quer iludir seu torcedor e adota a cautela.

“O futebol tem uma lógica. Na situação que nos encontramos hoje, para pensar em mais alguma coisa, temos que fazer nove pontos nos próximos nove, e os adversários concorrentes pararem de pontuar. Vamos tentar vencer o Santos no próximo domingo em nossa casa, mas não vamos iludir os nossos torcedores. Se acontecer (a classificação), vai ser uma dessas peculiaridades do futebol. A nossa parte, que é fazer a pontuação máxima, vamos trabalhar para fazer”, declarou Mano.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO X SANTOS

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 20 de novembro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC/FIFA)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC/FIFA) e Carlos Berkenbrock (SC)

CRUZEIRO: Rafael, Lucas Romero, Léo, Bruno Rodrigo, Edimar, Henrique, Ariel Cabral, Arrascaeta, Robinho, Willian e Alisson.
Técnico: Mano Menezes

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Fabián Noguera e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade