fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Autor do gol contra o Grêmio, Marcos Júnior treina como titular no Flu

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O técnico Levir Culpi comandou um coletivo na manhã desta terça-feira, nas Laranjeiras, e encaminhou a escalação para o duelo contra o Corinthians na próxima quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), no Mané Garrincha, em Brasília (DF), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador promoveu apenas uma alteração em relação à formação que empatou por 1 a 1 com o Grêmio no fim de semana. O atacante Marcos Junior, que marcou o gol dos cariocas contra os gremistas, parece ter convencido o comandante de que deve ser titular, e assumiu a vaga do meia Maranhão.

Durante a atividade, Marcos Junior chegou a dar um susto, ficando caído no chão reclamando de dores no pé esquerdo. Por alguns minutos ficou fora da atividade, com Maranhão reassumindo o posto. Porém, com a recuperação do primeiro, o ex-jogador da Chapecoense voltou a figurar na escalação dos reservas.

Com o novo titular, Levir torna o time um pouco mais ofensivo do que contra o Grêmio, quando Richarlison atuou de maneira isolada no ataque, com Cícero, Gustavo Scarpa e Maranhão se alternando na função de encostar no centroavante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem parece ter perdido espaço no time é o volante Pierre, que se mostrou recuperado de lesão na perna direita, mas acabou trabalhando entre os reservas. Douglas e Edson permaneceram como os volantes titulares ao longo de toda a atividade, e deverão enfrentar o Corinthians.

Pelo que se viu no treino, o Fluminense irá a campo com a seguinte escalação: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Douglas, Edson, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Junior e Richarlison. Nesta quinta-feira à tarde, Levir Culpi comanda o último treino antes do confronto e deverá conceder uma entrevista coletiva para falar da escalação. Em seguida, a delegação viaja para a capital federal.

Ainda em relação ao treino desta terça-feira, a atividade contou com a visita do ex-zagueiro Régis, hoje técnico do Boavista. Como jogador, ele defendeu o Tricolor entre os anos de 2000 e 2002 e atuou em 132 partidas, marcando 11 gols. O defensor, naquela época, foi companheiro do ex-volante Marcão, hoje membro da comissão técnica permanente do Fluminense. Os dois ficaram conversando por um longo tempo.

Fora de campo, a imprensa colombiana divulgou informação de que o Fluminense estaria interessado em contratar o apoiador Alejandro Guerra, de 30 anos, que defende as cores do Atlético Nacional, rival do São Paulo na semifinal da Libertadores. A informação não foi confirmada pelos dirigentes do Tricolor, mas a transação é considerada complicada porque o atleta gostaria de se apresentar após a participação de seu clube no torneio continental.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade