Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Viúvo de diretora morta se pronuncia e diz que falou com Alec Baldwin

Ele fez breves declarações comentando a tragédia. À revista Insider, o advogado disse que ainda estava processando o que ocorreu

Por FolhaPress 22/10/2021 6h33

SÃO PAULO, SP

Viúvo da diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, que foi morta com um tiro disparado pelo ator Alec Baldwin, Matthew Hutchins se pronunciou pela primeira vez sobre o caso. Ele fez breves declarações a veículos de imprensa comentando a tragédia ocorrida na quinta-feira (21).

À revista Insider, o advogado disse que ainda estava processando o que ocorreu. “Não tenho palavras para falar sobre a situação”, afirmou. “Não posso comentar sobre os fatos ou o processo pelo que estamos passando agora, mas agradeço que todos tenham sido muito solidários.”

“Acho que vamos precisar de um pouco de tempo antes de realmente entender o que aconteceu e expressar de uma maneira que consiga transmitir a essência dela”, finalizou. Matthew e Halyna estavam casados havia 16 anos. Eles são pais do menino Andros, de 9 anos. Ao tabloide britânico Daily Mail, ele contou que conversou com o autor do disparo que matou a diretora de fotografia. “Falei com Alec Baldwin e ele está sendo muito prestativo”, comentou.

A diretora nasceu na Ucrânia no ano de 1979 e cresceu em uma base militar soviética no Círculo Polar Ártico. De acordo com seu site oficial, ela cresceu cercada por renas e submarinos nucleares. A profissional é formada em jornalismo internacional pela Universidade Estadual de Kiev. Após trabalhar em documentários no Reino Unido, resolveu se mudar para Los Angeles. Foi lá onde se formou no conservatório do American Film Institute em 2015.

Dentre seus filmes em Hollywood estão “Blindfire” (2020), escrito e dirigido por Mike Nell, o terror “Darlin'” (2019), dirigido por Pollyanna McIntosh, e “The Mad Hatter” (2021), de Catherine Devaney. O tiro que matou Halyna foi disparado no set de filmagens do filme “Rust”, estrelado por Alec Baldwin, no Bonanza Creek Ranch, em Santa Fé, Novo México, nos Estados Unidos. Na mesma ocorrência, o diretor Joel Souza, 48, acabou ferido, mas já recebeu alta.

Baldwin também se pronunciou nesta sexta (22). Pelas redes sociais, publicou seu relato. “Não há palavras para descrever meu choque e tristeza com o acidente trágico que tirou a vida de Halyna Hutchins”, começou ele. Ele disse na sequência que a diretora era “esposa, mãe e muito admirada pelos colegas” e que agora vai colaborar com a polícia. “Estou cooperando totalmente com a investigação da polícia para descobrir como essa tragédia aconteceu”, publicou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em outro trecho, o ator revelou que tem mantido contato com o marido e o filho da diretora e que vai oferecer todo o suporte necessário. “Meu coração está partido pelo marido, filho e todos que conheciam e amavam Halyna”, escreveu.








Você pode gostar