Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Teatro e Dança

Espetáculo Bodas de Sangue representará o DF em festival de Camboriú e terá transmissão pela TV Cultura e redes sociais do evento

Produção on-line da Cia Esperanza traz adaptação de clássico de Garcia Lorca com foco no olhar feminino

Espetáculo Bodas de Sangue representará o DF em festival de Camboriú e terá transmissão pela TV Cultura e redes sociais do evento

Uma noiva foge com seu amor do passado, Leonardo Felix, no dia do seu casamento. O noivo, rejeitado e enfurecido, sai à caça do casal. Ao encontrá-los, noivo e amante travam uma briga que acaba em morte trágica aos pés da mulher amada. Inspirado no eterno clássico Bodas de Sangue, do espanhol Federico García Lorca (1898-1936), o espetáculo Bodas de Sangue coloca a figura feminina como ponto central da narrativa para retratar essa história em três atos de amor e tragédia.

Em cena, elas – atrizes da capital federal – se revezam nos papeis para dar vida aos personagens. Com direção de Tiago Venusto, a produção do Coletivo Esperanza de Brasília traz as atrizes Alzira Bosaipo, Glednna Fernanda, Beta Rangel, Alana Ferrigno na adaptação on-line que poderá ser conferida no Festival de Teatro BC Em Cena (Festival de Balneário Camboriú, de Santa Catarina).

Após processo seletivo nacional, Bodas de Sangue foi escolhida para representar o Distrito Federal no evento que acontecerá de 28 a 31 de julho no canal do YouTube e redes sociais do Festival e também em transmissão simultânea na TV Cultura. A produção de Brasília poderá ser conferida no dia 31 de julho, sábado, a partir das 19h, e contará com bate-papo com o coletivo do Distrito Federal. Informações: https://www.bcemcena.com.br/. Gratuito. Livre para todos os públicos.

Coletivo Esperanza

Fundado em 2013, majoritariamente por mulheres na Faculdade de Artes Dulcina de Moraes, o Coletivo Esperanza é reconhecido por desenvolver projetos culturais e educativos. Bodas de Sangue já teve versão presencial. A peça foi então selecionada para o Festival Dulcina 2018, ganhou o segundo lugar no Prêmio Web Teatro do DF/2018 e, em 2021, recebeu o prêmio Teatro Virtual, pela Funarte.

Agora, eles estão concorrendo a categorias como a de melhor espetáculo on-line, melhor atriz e direção no Festival de Teatro BC Em Cena (Festival de Balneário Camboriú, de Santa Catarina).

“É interessante observar que no clássico de Garcia Lorca as personagens femininas não tinham nome. E Lorca se inspirou em uma notícia de jornal da época para contar essa história baseada em dramas familiares. Pesquisamos e vimos que, nos dias de hoje, em pelo século 21, as mulheres também não são creditadas. É sempre a mulher do “”fulano””, a prima do “”ciclano””. E é por isso que sentimos essa necessidade do ponto de vista do ser da mulher neste espetáculo. Tanto que só há mulheres em cena”, destaca o diretor Tiago Venusto.

Junto ao grupo Esperanza, Venusto começou a dar vida a essa nova adaptação virtual em dezembro de 2020. Após um mês de ensaio, a peça foi gravada em janeiro deste ano no Complexo Cultural Funarte de Brasília. Agora, quem assistir poderá adentrar nesta “caixa-cênica” que traz figurinos, cenário e inspirações do movimento surrealista e de ícones como David Lynch, Frida Kahlo, Luis Buñuel, dentre outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A sensibilidade de (Tiago) Venusto para com o feminino é fundamental para contar essa história. A peça foi escrita por Lorca a partir de um recorte de uma reportagem, daquelas que não citam o nome da vítima. Dar rosto a essas mulheres tantas vezes ignoradas é emocionante”, exclama a atriz Beta Rangel que, na versão presencial, esteve em cena apenas com a atriz Glednna Fernanda.

Agora, elas se unem à Alzira Bosaipo e Alana Ferrigno na versão on-line de 50 minutos.

Ficha técnica:

  • Direção, Direção de Vídeo e Cenografia: Tiago Venusto Nery
  • Com: Alzira Bosaipo, Glednna Fernanda, Beta Rangel, Alana Ferrigno
  • Participação especial: Lôsha Buah e Carol Santis
  • Fotografia e Produção executiva: Rafael Morbeck – Merun
  • Assistente de Direção: Danton Duval
  • Assistente de Fotografia: Thaís Holanda
  • Iluminação: Emmanuel Queiroz
  • Som e composição musical: Coletivo Esperanza
  • Cenotécnico: Edézio Araújo
  • Contrarregragem: Edézio Araújo
  • Figurino: Tiago Venusto Nery
  • Costureiros: Fernando Cardoso e Neide Oliveira
  • Produção: Danton Duval e Carol Santis
  • Produção de Vídeo: Merun e APT7 Filmes
  • Assessoria de Imprensa: Clara Camarano
  • Local de Gravação: Complexo Cultural Funarte Brasília-DF
  • A filmagem do espetáculo foi patrocinada pela Funarte e Ministério do Turismo.
  • Duração do espetáculo: 50 min

Serviço:
Espetáculo on-line Bodas de Sangue representará o Distrito Federal no Festival de Teatro BC Em Cena e terá transmissão na TV Cultura
Data: 31 de julho, sábado
Horário: A partir das 19h
Informações/assista em: https://www.bcemcena.com.br/
Gratuito
Livre para todos os públicos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar