fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Sertanejos voltam a se unir na mega produção “AMIGOS”

No repertório, os três grandes nomes do sertanejo escolheram mais de 40 sucessos, ao longo de um show que tem três horas de duração.

Miguel Alves

Publicado

em

amigos
PUBLICIDADE

Zezé Di Camargo e Luciano, Leonardo, Chitãozinho & Xororó voltaram aos palcos, juntos, em turnê pela primeira vez (há pouco mais de 20 anos, o projeto AMIGOS era apenas para especiais da Rede Globo), no último dia 20 de julho, na Esplanada do Mineirão, em Belo Horizonte (MG). O espetáculo “AMIGOS 20 – A HISTÓRIA CONTINUA” tem direção de Fábio Lopes. Juntos, LP e Fábio montaram uma estrutura grandiosa, digna de grandes shows internacionais.

A turnê em questão, traz cinco shows ainda este ano, sendo o próximo no dia 23 de agosto em Barretos. Com 42 metros de boca de cena, o palco apresenta estrutura tridimensional e visão de 180 graus para o público, sendo abastecido por equipamentos de iluminação e estratégias dignas de padrões internacionais de shows como U2 e Coldplay.

Para se ter uma ideia, seis carretas serão usadas para transportar toda a parafernália requerida para a montagem do palco, que soma 20 toneladas de som, áudio e luz, muita luz e uso de 500 m2 de LEDs.

Amigos 20 anos Homenagem ao cantor Leandro. Foto: Deividi Correa/AgNews

Com um palco imponente e tecnológico, a apresentação é marcada por vários momentos de emoção entre os cantores. Para começar, os artistas são erguidos em gruas diante do telão em formato de “A” e, juntos, cantam Disparada. Segundo o diretor geral do show, Fábio Lopes, a ideia da estrutura do palco foi pensada como presente aos fãs. “A letra A representa a letra que Leandro estampava em sua camiseta como também o Amigos e o amor ao próximo, algo que tem muito a ver com os artistas”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Projeto Amigos. Foto: Deividi Correa/AgNews

Fábio ressalta que, desde o passado, a estrutura das apresentações do projeto Amigos sempre foi grandiosa. “E numa época em que não se tinha tantas possibilidades quanto temos hoje, por isso que, junto com o LP Simonetti e com o Césio Lima, que trouxe uma iluminação internacional, pudemos manter essa estrutura grandiosa e num cenário totalmente inovador”, finaliza o diretor.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade