Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Natiruts se apresenta em Brasília neste sábado

No evento, também estarão presentes os cantores Hungria Hip-Hop e Rael, que abrirão o show do grupo brasiliense.

Por Arquivo Geral 26/06/2019 8h09
Foto: Divulgação.

Ana Karolline Rodrigues
[email protected]

Em turnê de divulgação do álbum “I Love You”, a banda de reggae Natiruts se apresenta em Brasília, neste sábado (29), no Taguaparque, em show que marca a única apresentação da banda no Distrito Federal em 2019. No evento, também estarão presentes os cantores Hungria Hip-Hop e Rael, que abrirão o show do grupo brasiliense.

Em entrevista ao Jornal de Brasília, o baixista e líder da banda, Luís Maurício, não deixou de destacar a empolgação do grupo em tocar na cidade natal. “É sempre um prazer muito grande tocar aqui, a gente pode tocar para a família assistir, para os amigos. Então tem um gostinho especial. A gente está com a expectativa muito grande para esse show, também por ser lá no Taguaparque num lugar que a gente nunca tocou, um lugar novo. Estamos bem ansiosos mesmo”, disse.

O show, que traz músicas do oitavo álbum da banda, ainda ocorre em um formato diferente neste sábado, sendo em uma festa junina. “A gente vem, ao longo dos anos, produzindo nossos próprios shows, então temos feito esse diferencial. Buscamos trazer uma experiência mais completa com um ar de festival, mais duradouro. E agora, como é junho, a gente traz esse ar de festa junina. Montamos um show com outros artistas para ter um evento mais longo, um show bem completo”, contou Luís.

I Love You

Explicando sobre o novo álbum, o músico relatou que o CD não foi programado pelo grupo, mas que já foi muito bem recebido pelos fãs. “Nasceu bem espontaneamente. A gente ia gravar uma música, na verdade, e quando entramos no estúdio, a coisa surgiu assim, foi caminhando bem, foram surgindo outras canções. Quando vimos já tínhamos nove músicas e então pensamos: ‘vamos lançar um álbum, pô'”, disse.

Para o líder da banda, o diferencial deste álbum é a “leveza” das músicas, uma vez que foram criadas no período conturbado que antecedeu as eleições presidenciais de 2018 no país. “O álbum foi concebido numa época pré-eleições, em um Brasil dividido, muito tenso. Mas quando a gente entrava no estúdio, estávamos em uma bolha de amor, então fluiu mesmo. O que eu sinto nele é uma leveza”, contou à reportagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Explorando novos horizontes, a banda de reggae traz também no novo CD participações de cantores brasileiros. Na faixa “Verde do Mar de Angola”, a participação especial é de Gilberto Gil e, em “Serei Luz”, que já possui videoclipe, o vocalista Alexandre Carlo canta ao lado de Thiaguinho.

“Essas participações foram um sonho para a gente. E ter essa do Gilberto foi como receber uma benção de um mestre. Quantas vezes a gente já teve pessoas cantando, pedindo as músicas. Então, só temos mesmo a agradecer que o trabalho está chegando, que as pessoas têm interesse. E essas participações dão um diferencial para o trabalho”.

Foto: Divulgação.

Carreira internacional

Trilhando uma carreira internacional desde 2005, agora o Natiruts segue rumo à Europa, em turnê que passa por França, Espanha e Portugal. Como uma forma de atingir estes novos públicos, em seu oitavo CD, o grupo traz, na a faixa título do trabalho, a participação da banda de reggae Morgan Heritage (NYC). Outra participação internacional é a de Logan Bell, vocalista e guitarrista da banda neozelandesa Katchafire.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Acho que nesse novo mundo que a gente vive as pessoas estão consumindo coisas de outros países, de línguas diferentes, mesmo sem entender muito como se canta. Acho que isso vem reforçando muito nosso público fora do Brasil e, lógico, quando trazemos essas participações de bandas respeitadas, a gente vai ampliando nossos horizontes e atingindo públicos que talvez a gente não alcançasse”, considerou.

Ainda neste ano, Luís conta que os músicos colocarão em prática um dos maiores projetos da carreira do Natiruts, o América Vibra. Segundo ele, as apresentações do projeto serão filmadas e devem, em breve, chegar a serviços de streaming, como Netflix.

“Em setembro, temos o nosso maior projeto do ano e talvez um dos maiores da nossa carreira, que são dois dias de shows em Buenos Aires, no Luna Park. Já estamos com uma agenda muito expressiva e vamos documentar isso tudo, não como DVD, mas como um filme que deve ser lançado em streaming. É justamente para coroar a nossa carreira internacional”, finalizou o baixista.

SERVIÇO:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Data: 29 junho (sábado)
Local: Taguaparque
Horário do evento: a confirmar 
Abertura dos portões: 17h
Classificação etária: 16 anos. Menores de 16 anos podem entrar acompanhados dos pais e/ou responsáveis legais.
Ingressos: R$ 60,00 (meia); R$ 120,00 (inteira)
Bilheteria oficial: Loja Eventim – Brasília Shopping – das 10h às 22h








Você pode gostar