Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Kátia Flávia

Zé Felipe revela como ele lida com o seu TDAH

O cantor sertanejo revela que, além dos remédios, a música lhe ajuda muito no dia a dia.

Por Kátia Flávia 02/12/2023 4h00
O cantor sertanejo revela que, além dos remédios, a música lhe ajuda muito no dia a dia.

Em entrevista à revista Quem, o cantor sertanejo Zé Felipe, que recentemente lançou o seu novo projeto musical, intitulado “Coloca o Capacete”, abriu seu coração ao falar sobre como lida com o seu diagnóstico de TDAH (transtorno de déficit de atenção e hiperatividade).

“Tenho TDAH, hiperatividade com déficit de atenção. Se eu não tomar meu remedinho, não dou conta de prestar atenção e de ficar quieto”, iniciou o cantor, que logo em seguida revelou a importância da música em seu tratamento pessoal: “A música consegue me prender de uma certa forma que parece que eu nem tenho [diagnóstico]. Quando entro dentro do estúdio, eu mergulho naquilo de uma certa forma que não vejo o tempo passar. É uma coisa de Deus mesmo”.

Contudo, ele confessa que, para conseguir decorar suas músicas, ele tem que escutá-las continuamente, até mesmo depois delas já terem sido gravadas.

“Eu tenho que escutar bastante as músicas para poder decorar. Mesmo depois de gravar, eu fico escutando para decorar e para ver também se tem algum erro na mixagem, alguma coisa que tem que aumentar ou diminuir… essas questões. Isso me ajuda a decorar”, confessou Zé Felipe. 

Por fim, ele revela que seu  TDAH acaba atrapalhando ele durante algumas entrevistas. “Mas, por exemplo, estou dando uma entrevista, passou uma borboleta, lascou, sigo a borboleta até ela ir embora daqui. Muitas vezes quando a pergunta é grande, eu me perco no meio da pergunta, esqueço o que perguntou por último, mas é normal.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar