Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Indiano se junta a Musk e Bezos entre os bilionários com mais de US$ 100 bi

Com um crescimento de US$ 23,8 bilhões (R$ 131,1 bilhões) apenas em 2021, o presidente do conglomerado industrial indiano Reliance Industries alcançou uma fortuna estimada de US$ 100,6 bilhões (R$ 554,1 bilhões)

Por FolhaPress 09/10/2021 4h26
Foto: B Mathur/Reuters

Mukesh Ambani, pessoa mais rica da Ásia, se juntou a Elon Musk e Jeff Bezos no seleto grupo dos bilionários que acumularam fortuna superior a US$ 100 bilhões (R$ 550,78 bilhões), segundo informações da Bloomberg.


Com um crescimento de US$ 23,8 bilhões (R$ 131,1 bilhões) apenas em 2021, o presidente do conglomerado industrial indiano Reliance Industries alcançou uma fortuna estimada de US$ 100,6 bilhões (R$ 554,1 bilhões) nesta sexta-feira (8), de acordo com o índice de mercado Bloomberg Billionaires Index.


De acordo com o indicador, Elon Musk, da Tesla, é o homem mais rico do mundo, com US$ 222,1 bilhões (R$ 1,22 trilhão), seguido pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos, com US$ 190,8 bilhões (R$ 1,05 trilhão).


Segundo a Bloomberg, desde que assumiu as operações da companhia em 2005, Ambani, de 64 anos, tem trabalhado na diversificação do negócio, focado até então na exploração de petróleo, expandindo sua atuação para áreas como varejo e tecnologia.


O bilionário indiano também declarou recentemente ter planos de investir cerca de US$ 10 bilhões (R$ 55,07 bilhões) nos próximos três anos no desenvolvimento de energia verde.


Em meio à busca crescente do mercado por fontes renováveis de energia, cerca de 60% da receita do conglomerado Reliance Industries ainda é oriunda de combustíveis fósseis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar