Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Cinema

Tom Cruise devolve troféus após escândalo de racismo no Globo de Ouro

O escândalo começou em fevereiro, quando uma matéria do jornal Los Angeles Times revelou que a HFPA não tinha nenhum membro votante negro

Diante do escândalo de racismo envolvendo o Globo de Ouro, Tom Cruise decidiu devolver seus três troféus conquistado ao longo dos anos. De acordo com o site Deadline, ele enviou à HFPA (Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, da sigla em inglês) os prêmios de Melhor Ator conquistados por “Jerry Maguire: A Grande Virada” (1996) e “Nascido em 4 de julho” (1989), assim como o prêmio de melhor ator coadjuvante por Magnólia (1999).

O escândalo começou em fevereiro, quando uma matéria do jornal Los Angeles Times revelou que a HFPA não tinha nenhum membro votante negro, e que muitos dos jornalistas integrantes da organização recebiam “mimos” de estúdios — uma forma antiética de tentar influenciar votos na premiação.

Desde então, a organização do Globo de Ouro (cuja edição de 2021 aconteceu normalmente) propôs algumas ações para tornar o seu quadro de votantes mais diverso. No entanto, organizações ativistas como a Time’s Up criticaram as medidas e as definiram como insuficientes.

Tom Cruise é o primeiro ator a se manifestar sobre o caso. A NBC, emissora que tradicionalmente transmite a premiação nos Estados Unidos, já anunciou que não vai exibir o Globo de Ouro neste ano, mas está disposta a transmitir a próxima edição caso a HFPA coloque em prática as medidas anunciadas.

Antes mesmo do anúncio da NBC, a HFPA já havia perdido o apoio de três dos principais produtores de conteúdo de Hollywood: os serviços de streaming Netflix e Amazon Prime Video, e o estúdio WarnerMedia.






Você pode gostar