Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Binarious lança single “Arco-Íris”

Um caleidoscópio sonoro dá o tom de “Arco-Íris”, novo single da banda Binarious. O trio brasiliense formado apenas por mulheres apresenta nessa nova faixa outras nuances para a sua sonoridade já conhecida. Trip hop, indie folk e experimental estão no DNA do projeto, e na faixa inédita ganham a companhia de uma psicodelia ao mesmo tempo nostálgica e moderna. O single chega às plataformas de streaming acompanhado de um visualizer no YouTube.

Foto|Reprodução

“Arco-Íris” é uma música sobre esperança em tempos difíceis. Um instrumental mais calmo e sensível, com muitas texturas, ajuda a criar o universo descrito na letra, trazendo uma nova perspectiva para as transformações que aconteceram diante dos desafios do isolamento. O lançamento em novembro é proposital: ele coincide com as chuvas características desse mês – símbolo de turbulências e recomeços – e com o esquema vacinal completo de tantos brasileiros, trazendo doses de ânimos renovados.

“Escrevi ‘Arco-Íris’ em novembro de 2020, durante a pandemia, quando estava em Minas Gerais na casa dos meus pais refletindo sobre os acontecimentos em meio a uma chuva. Fui surpreendida por um lindo arco-íris no céu que me trouxe inspiração para compor a música no violão. Depois da chuva, a luz nasce trazendo cores e inspirações para um mundo cinzento, desacreditado e dolorido. Uma perspectiva para lembrar que o tempo cura tudo”, resume a vocalista, guitarrista e fundadora Andressa Munizo. 

A temática das canções de Binarious sempre passou por questões profundamente humanas. Sonhos, esperanças, sexualidade, ciência e filosofia estão na base poética das canções do EP de estreia “Um Escape Fácil”, lançado em 2019, onde reflete o mundo ao redor com melancolia, urgência e um olhar contemporâneo. 

De lá para cá, o projeto foi de um duo para um trio, abarcando mais referências e com uma sonoridade ainda mais abrangente. Atualmente, além de Andressa, a banda conta com as multi-instrumentistas Lídia Pessoa (baixo e vocais) e Clara Vidal (bateria).

Em 2020, Binarious deu um passo adiante com uma releitura de “Vidaloca”, do também trio Tuyo. Agora, a banda está pronta para uma nova fase com a primeira canção inédita em dois anos. Refletindo sobre o início e o encerramento de ciclos nas múltiplas cores de “Arco-Íris”, o trio olha para a frente e abre caminho para outras novidades ao longo de 2022.

Veja o clip abaixo!!!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar