Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Assistente de direção entregou arma para ator Alec Baldwin

Ainda não se sabe se a pessoa que carregou a arma por engano colocou balas dentro ou se algo se alojou no cano

A arma disparada pelo ator Alec Baldwin, 63, que matou Halyna Hutchins, 42, no set de filmagens de “Rust”, na quinta-feira (21), foi entregue pelo assistente de direção Dave Halls. De acordo com arquivos do caso, investigado pela Corte de Santa Fé, Novo México, nos Estados Unidos, Halls não sabia que ela estava com munição e disse se tratar de uma arma fria.

Na sexta-feira (22), o Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé obteve mandado para investigar e documentar a cena do rancho localizado fora de Santa Fé, onde o tiroteio aconteceu. A roupa com sangue de Baldwin, a arma em questão, outras munições e filmagens foram examinadas.

A cena que estava sendo filmada por Baldwin exigia que alguém disparasse uma arma cenográfica e os estilhaços dos tiros que mataram Halyna também atingiram o diretor Joel Souza, 48, que estava parado atrás dela. Ainda não se sabe se a pessoa que carregou a arma por engano colocou balas dentro ou se algo se alojou no cano.

Após o disparo, Baldwin, que também é produtor do filme, teria questionado o motivo de ter recebido uma arma com munição. Testemunhas dizem que o ator ficou transtornado e chorou muito do lado de fora das instalações.

Em suas redes sociais, Baldwin falou pela primeira vez sobre o choque e tristeza causados pelo acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, e disse estar em contato com a família da colega. “Eu estou cooperando com a investigação policial para descobrir como essa tragédia aconteceu”, escreveu.

O set e uma velha igreja foram bloqueados, de acordo com relatos da imprensa local. Bonanza Creek Ranch é conhecido por produções de filmes de faroeste. O caso segue em investigação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar