Siga o Jornal de Brasília

Economia

Economia global deve ganhar força no 2º semestre, diz Kuroda, do BoJ

Publicado

em

Presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda afirmou nesta sexta-feira que a economia mundial deve voltar a ganhar impulso no segundo semestre, apoiada por estímulos vindos de bancos centrais e também de alguns países, como a China. Ele alertou, contudo, que o balanço de riscos neste momento está voltado para “para baixo”.

Kuroda concedeu entrevista coletiva em Washington, no âmbito das preparações para a reunião do G-20 que ocorrerá em junho em Osaka, no Japão. Ele estava ao lado do ministro das Finanças japonês, Taro Aso, também vice-premiê do país. Em sua fala, Kuroda comentou que a economia global tem desacelerado desde o segundo semestre de 2018, em linha com as projeções divulgadas nesta semana pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) na capital americana.

O ministro das Finanças japonês, por sua vez, foi questionado sobre as negociações comerciais em andamento entre Estados Unidos e China. Em sua resposta, Taro Aso lembrou que questões bilaterais não são o foco da agenda do G-20, mas sim uma visão mais geral sobre políticas comerciais e como evitar desequilíbrios globais. Também atento a riscos de piora na economia, Aso compartilhou a visão de que deve haver aceleração no crescimento no segundo semestre, mas alertou para o risco de que tensões comerciais e geopolíticas atrapalharem esse quadro.

Fonte: Estadao Conteudo


Você pode gostar
Publicidade