fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Galeria da Casa Thomas Jefferson recebe exposição de Rafael Marques Porto entre 6 e 28 de março

A coletânea traz o colorido e a exuberância de uma fração preservada da floresta que vem sendo devastada ao longo da história do Brasil

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Um olhar para a natureza e para a relação entre ela e o homem. Para o biólogo, ambientalista e fotógrafo Rafael Marques Porto, a fotografia sensibiliza, inquieta e transforma. Seu olhar apurado foi a campo e captou, no decorrer de 2018, cenas raras que explicitam a harmonia entre essas duas partes. Quando ambas estão em paz, são capazes de transformar realidades. É o que revela Equilíbrio, exposição que Porto traz à Brasília pela primeira vez.

A coletânea traz o colorido e a exuberância de uma fração preservada da floresta que vem sendo devastada ao longo da história do Brasil. Os cliques foram feitos no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira, que fica no estado de São Paulo e é a maior reserva de mata atlântica do País. Equilíbrio está em cartaz na Galeria de Arte da Casa Thomas Jefferson – Jefferson – SEP Sul 706/906, de 6 a 14 de março.

A exposição celebra a parceria de Rafael Marques Porto com o Instituto Pesek-Araújo, que atua na zona de amortecimento do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira – Petar. “É importante conscientizar, divulgar e reforçar a grande necessidade da preservação do meio ambiente. As fotos são testemunhas do que a determinação e perseverança de um indivíduo podem realizar e evocam a reflexão sobre o que mais podemos fazer para contribuir”, lembra o fotógrafo.

Em 2018, Rafael Porto e Yara Pesek iniciaram uma parceria por ocasião da comemoração dos dez anos da criação do Petar. A década de atuação e trabalho revelou que o monitoramento, a preservação e a recuperação do Petar e das suas áreas adjacentes foram um sucesso. Porto pondera que as empresas mineradoras, os fazendeiros, caçadores, palmiteiros, roceiros, assentados do MST e jeepeiros apresentam necessidades específicas e interesses próprios que demandam tratamentos individualizados. Segundo ele, Yara Pesek desenvolveu a habilidade de compreender essas necessidades e interesses para tratar com cada um desses atores envolvidos na problemática ambiental. “O resultado dessa dedicação é a recuperação das áreas atendidas, o retorno da cobertura vegetal, da fauna e da flora. A coletânea Equilíbrio revela os detalhes disso”, aponta.

PROGRAME-SE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

EXPOSIÇÃO EQUILÍBRIO

Local: GALERIA DE ARTE da Casa Thomas Jefferson – Asa Sul (SEPS 706/906)

Data: de 6 a 28 de março

Abertura: sexta-feira, 6 de março de 2020, às 20h

Visitação: segunda a sexta, das 9h às 21h | sábados, das 9h às 12h | domingos e feriados, fechada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade