Siga o Jornal de Brasília

Eventos

Museu Vivo da Memória Candanga recebe homenagem ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico

O acervo do Museu é composto por edificações históricas, peças, objetos e fotos da época que Brasília foi construída, e está em exposição permanente

Publicado

em

Foto: Secretaria de Cultura do Distrito Federal
PUBLICIDADE

Aline Rocha
redacao@grupojbr.com

O Instituto Federal de Brasília (IFB), o Coletivo Cinema Urbana/UnB e o Museu Vivo da Memória Candanga realiza, nesta sexta-feira (16), o evento Brasília Patrimônio Vivo. O evento é em comemoração ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico, que acontece na mesma data.

O acervo do Museu é composto por edificações históricas, peças, objetos e fotos da época que Brasília foi construída, e está na exposição permanente “Poeira, Lona e Concreto”, responsável por narrar a história da capital desde a construção até a inauguração em 1960.

Entre os projetos desenvolvidos pelo Núcleo de Restauro de Mobiliário Moderno do IFB/Campus Samambaia estão mais de 200 móveis entregues e restaurados para o Palácio do Itamaraty; Palácio do Planalto, com a posse do atual presidente; Ministério da Cultura e, inclusive da Embaixada do Brasil, em Roma, entre outros.

O IFB e o Museu têm parceira desde 2015 e, de acordo com o professor responsável do IFB, Frederico Hudson, o trabalho de restauro da instituição é realizado por estudantes dos cursos técnicos de Móveis.

O evento acontecerá na manhã do dia 16 e conta com curadoria e organização do IFB. Serão visitas guiadas, palestras, apresentação dos resultados das oficinas de costura criativa, colagravura e; exposições dos espaços de ateliê, tecelagem e artesanato. Além disso, uma mostra de cinema foi preparada para apresentar filmes sobre a temática que perpassa a história da arquitetura, conservação dos espaços e monumentos em Brasília.

Confira a programação:

Projeto Brasília Patrimônio Vivo em homenagem ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico
16 de agosto (sexta-feira), das 9h às 12h
Museu Vivo da Memória Candanga – Via EPIA Sul, SPMS, Lote D – Núcleo Bandeirante
Visitação aberta a toda comunidade

9h – Visita guiada pelos espaços expositivos do Museu Vivo da Memória Candanga
10h – Abertura com palestra do Iphan/DF
11h – Mostra Cinema Urbana/UnB e exibição de filme (duração 25 minutos)
– Brasília Ano 10, direção por Geraldo Sobral Rocha
– O homem que não cabia em Brasília, Direção Gustavo Menezes –
11h10 – Palestra sobre Patrimônio humano com Maria do Cerrado em homenagem ao pajé Zé Ramalho da Vila Planalto
12h – Encerramento com degustação baseado no menu de Comidas do Cerrado


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade