fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Vazquez e Sacha Reck foram condenados por improbidade em licitação de ônibus

Ex-secretário de Transportes e advogado que prestou consultoria em licitação de 2011 terão de ressarcir o erário em R$ 744.071,87 cada.

Avatar

Publicado

em

dftrans
PUBLICIDADE

Lindauro Gomes
[email protected]

Revelado com exclusividade pelo Jornal de Brasília, o ex-secretário de Transportes José Walter Vazquez Filho e o advogado e especialista em políticas de transporte público Sacha Reck foram condenados por improbidade administrativa na licitação do Sistema de Transporte Coletivo de 2011. Para o juiz André Silva Ribeiro, da 1ª Vara de Fazenda Pública do Distrito Federal, ambos agiram de forma danosa ao erário.

A sentença prevê ressarcimento ao erário de R$ 744.071,87 para cada um dos acusados. Além disso, ambos tiveram os direitos políticos suspensos por cinco anos e não podem contratar com o poder público nem receber benefícios ou incentivos fiscais por igual período.

A licitação questionada foi de R$ 7,8 bilhões. Sacha Reck era consultor do certame que deu a cinco empresas o comando do transporte da capital federal. O processo foi alvo da CPI do Transporte na Câmara Legislativa, de ação popular e de questionamento do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Em decisão de 31 de maio, publicada no Processo de Justiça Eletrônico (PJE) desta terça-feira (04/06/2019), o juiz entendeu que os dois são culpados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade