fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Segue internada em estado grave paciente com coronavírus no DF

André Luís, 52 anos, marido da primeira vítima do DF a contrair o vírus, também está infectado pelo vírus

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Aline Rocha, Marcus Eduardo e Willian Matos
redacao@grupojbr.com

No início da tarde desta quarta-feira (11), por volta de 12h, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal divulgou mais um boletim médico da primeira paciente como coronavírus em Brasília. A mulher, 52 anos, segue internada em isolamento na UTI do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), “em estado grave, estável hemodinamicamente, com utilização de medicamentos e com suporte ventilatório”. 

Segundo a secretaria, a mulher tem síndrome respiratória aguda severa, “com melhora discreta do quadro respiratório, afebril, e tem comorbidades, que agrava, o quadro clínico”. “A paciente está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e de todo suporte técnico-científico”, finaliza a nota.

Marido infectado

Após se recusar e precisar de uma intimação judicial para realizar exames de diagnóstico do novo coronavírus, o paciente André Luís Souza Costa da Silva, 45 anos, realizou testes na terça-feira (10), e o resultado foi positivo para o Covid-19. André Luís, marido da primeira vítima do DF a contrair o vírus, também está infectado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

André se negava a realizar os exames e ficar em quarentena porque queria se manter perto da esposa, que está internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em estado grave. O homem fez os testes em laboratório particular, que já validou os documentos de modo a dispensar a contraprova.

O homem está em “bom estado geral”, sendo monitorado em isolamento domiciliar. O Governo do Distrito Federal (GDF) confirmou o caso no fim da noite de terça (10) e informou que André Luís não deve ser internado.

André e a esposa estiveram juntos no Reino Unido nas últimas semanas. O país enfrenta surto do novo coronavírus.

O Ministério da Saúde deve atualizar o número de casos confirmados em todo o país na manhã desta quarta (11).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pacientes isolados

De agora em diante, pacientes que forem diagnosticados com o novo coronavírus e internados em unidades de internação e de terapia intensiva do Distrito Federal não receberão mais visitas. A decisão foi publicada nesta quarta-feira (11), no Diário Oficial do DF (DODF).

A medida passa a valer já nesta quarta (11) e fica em vigor até que o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública para Doença pelo Coronavírus (COE) libere as visitas.

Para decretar a proibição, a Secretaria de Saúde tomou como base recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A decisão foi tomada após o marido da primeira paciente diagnosticada com o vírus se recusar a ficar em quarentena. Agora, são dois casos de coronavírus no DF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade