Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Reta final de estudos para o Enem

Professores e vestibulandos dão dicas para garantir um bom desempenho na prova em novembro

Publicado

em

Publicidade

Larissa Galli
larissa.galli@grupojbr.com

Faltam apenas dois meses e meio para o primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Considerando os três anos de Ensino Médio que os estudantes brasileiros passaram se preparando para a avaliação, esse tempo parece pouco. Essa é a reta final e a hora de se dedicar e focar nos estudos para garantir uma boa nota no exame e a entrada na universidade.

A reportagem do Jornal de Brasília conversou com profissionais e estudantes para separar as melhores dicas de estudos para quem quer conquistar a vaga no tão sonhado curso superior. O professor Robson Lucas Caetano, do Sigma e do Elite JK Guará, destaca a importância de conhecer o formato da prova do Enem e suas particularidades. “O chute nunca é recomendável nesse exame, porque a variação excessiva de erros e acertos atribuem valores diferentes para uma mesma questão. É preciso manter uma coerência nas respostas”, destaca.

Robson também recomenda atenção aos temas que mais se repetem dentro de cada disciplina. “Por isso é tão necessário fazer simulados e provas passadas”, salienta. Segundo ele, é importante também definir um tempo para resolver cada questão. “No dia da prova de Ciências Humanas, por exemplo, recomendamos gastar no máximo 3 minutos em cada questão para garantir um bom desempenho”, detalha. O professor também indica a elaboração de uma rotina de estudos, resolução de exercícios e praticar a redação.

Publicidade

“Nunca é demais fazer várias redações de diversos temas. Uma breve pesquisa nos requisitos de correção será de grande auxílio”, afirma. No mês anterior ao exame, a dica do professor é intensificar a revisão de conteúdos com leituras, mas sem se “entregar até o limite”. O descanso também é importante.

Dicas na internet

Vestibulandos de diferentes lugares do país estão usando a internet para compartilhar suas rotinas de estudo. No Instagram, vários perfis dividem dicas e resumos dos principais conteúdos com seus seguidores. Lucas Montini, de 25 anos, é de Londrina, no Paraná, e administra o @vestmapamental, que conta com 215 mil seguidores. Ele, que está estudando para o Enem desde fevereiro deste ano, ajuda outros vestibulandos por meio da conta na rede social.

Lucas disponibilizou um cronograma de estudos diário para download gratuito. Segundo ele, mais de 50 mil pessoas já baixaram. Nessa etapa final, o rapaz está revisando os conteúdos mais recorrentes. “Estou focando em Matemática e Redação, que constituem um peso único na nota final do Enem”, conta.

A brasiliense Danielle Santana, de 22 anos, está estudando para passar em Medicina e decidiu criar uma conta no Instagram com intuito de mostrar a rotina de estudos, dar dicas e ajudar com resumos. “Isso fez com que o meu incentivo aumentasse e acabei criando uma disciplina maior relacionado aos meus estudos”, revela. Ela tem o perfil @ritmodamedicina há três anos e conta com 52,5 mil seguidores que podem acompanhar os estudos de Danielle em busca da vaga na universidade.

Faltando pouco tempo para a prova, ela diz que a ansiedade aumenta. “Criei um hábito importante que é revisar os conteúdos já estudados, resolver exercícios e não deixar de realizar simulados para praticar o tempo e o conteúdo. As questões que eu erro sempre volto no conteúdo para entender no que estou errando e evitar que ocorra novamente”, afirma.

Organização e controle da ansiedade

Para o especialista em aprendizagem acelerada Eduardo Rocha, do Inner Instituto de Neurolinguística, além de estudar bastante, o vestibulando precisa controlar a ansiedade, organizar mentalmente os conteúdos estudados e eliminar as distrações externas. Entre as dicas de Eduardo ele destaca a meditação, para desacelerar o pensamento antes de começar a jornada de estudos e até mesmo antes da prova.

“Além disso, é importante utilizar mapas mentais e fazer a associação dos conceitos, relacionar os contextos com os conteúdos estudados, classificando-os por grau de importância”, explica. “Manter um ambiente de estudo organizado, sem interferência de televisão ou celular, com somente o material que será utilizado naquele dia de estudo vai ajudar a melhorar o foco e a concentração”, completa.

As provas do Enem estão marcadas para o dia 3 e 10 de novembro.


Você pode gostar
Publicidade