Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PRF para Taguatinga e a EPTG em homenagem a presidente do sindicato

Publicado

em

Jéssica Antunes
jessica.antunes@grupojbr.com

Policiais rodoviários federais do Distrito Federal pararam a região de Taguatinga, por volta das 13h desta quarta-feira (18), em homenagem a José Nivaldino Rodrigues (foto abaixo), presidente do sindicato da categoria. O policial faleceu nesta terça-feira (17) por complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Na despedida, os colegas seguiram em comboio pela Estrada Parque Taguatinga (EPTG), onde motocicletas fizeram manobras em zigue-zague.

Na corporação desde 1994, José Nivaldino nasceu em Lagoa Grande (MG). Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília, ele era lotado no Núcleo de Segurança de Vôos e Procedimentos Administrativos da Divisão de Operações Aéreas da PRF. Aos 54 anos, ele sofreu o AVC no domingo, após dois dias em coma induzido. O inspetor deixa um filho de oito anos de idade e será sepultado na terra natal.

Divulgação/PRF

O comboio tinha, como destino, o Complexo Sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Setor Policial Sul. No Centro de Convenções do local , tributos devem acontecer durante toda a tarde. Em nota, o Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal lamentou o falecimento. “Nivaldino se fez presente nas lutas em prol, não apenas dos policiais rodoviários federais, mas em defesa dos profissionais de segurança pública, e ombreou muitas batalhas com o Sindipol/DF”, publicou a entidade.

A Direção Geral da PRF diz ter recebido a informação da morte “com extrema consternação e pesar”. A corporação o destacou como “um dos mais aguerridos na luta em prol da instituição, do fortalecimento da categoria e do bem estar dos pares”. Nivaldino fundou a entidade brasiliense que representa a categoria.


Você pode gostar
Publicidade