fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Polícia Civil atua em cidades na operação Natal Seguro

Ações policiais começaram na última sexta-feira (15) e vão até dia 24 de dezembro

Vítor Mendonça

Publicado

em

Vítor Mendonça/Jornal de Brasília
PUBLICIDADE

Vítor Mendonça
[email protected]

Em época de Natal, é comum que a população transitem pelos comércios locais das suas respectivas cidades à procura de oportunidades para a compra de presentes de amigos e familiares. Pensando nestes tempos de muita movimentação econômica local, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) começou, desde o dia 15 de novembro, a operação Natal Seguro, que tem por objetivo aumentar o efetivo policial e rondas nas regiões administrativas do DF. 

No último fim de semana, as ações policiais se alternaram ao longo de 18 horas nas madrugadas das cidades de Ceilândia e Samambaia. Na sexta-feira e sábado passados (dias 15 e 16), as movimentações oficiais se iniciaram às 20h e findaram às 2h do dia seguinte. No domingo (17), a dinâmica começou às 18h e terminou à meia noite.

De acordo com o diretor do Departamento Polícia Circunscricional (DPC), Jeferson Lisboa Gimenes, que coordena as mais de 30 delegacias espalhadas pelo DF, as ações contam com o efetivo de mais de 270 agentes policiais. “São cinco equipes no total e, para cada uma, temos um delegado-chefe e um coordenador”, afirmou. “É a primeira vez que essa operação acontece nesses moldes e com esse número de policiais”, complementou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Coincidiu de na sexta-feira passada ser o dia do incêndio que atingiu uma subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB) – o fato ocorreu na área norte da cidade e deixou mais de 76 mil cidadãos sem energia elétrica –. A população ficou muito agradecida por estarmos em maior quantidade naquele dia.”

Ceilândia foi a região apontada por Gimenes como a de maior número de apreensões e de esforço efetivo de policiais. De acordo com ele, somente na respectiva cidade foram cerca de 400 abordagens de pessoas e veículos na sexta-feira (15). 

“Ao todo nas duas regiões foram feitos flagrantes por porte de armas de fogo, sendo que em uma delas apreendemos uma .40mm, de uso restrito das forças policiais; também cumprimos mandados de prisão, entre eles de homicidas; busca e apreensão de menores que tinham praticado latrocínio; e abordagem a pessoas que não cumpriam os requisitos de regime prisional domiciliar”, apontou o diretor.

A previsão é que as operações sejam encerradas na véspera do Natal, em 24 de dezembro. Inicialmente, as ações não têm parceria com a Polícia Militar DF. A fim de resguardar a efetividade das movimentações policiais, também não foram divulgadas as próximas regiões a receberem o efetivo policial. O foco principal foram mandados de prisão, buscas pessoais e redução dos crimes patrimoniais.

Recomendações policiais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A fim de evitar possíveis assaltos e desconfortos causados pelo crime nessa época, o diretor da DPC levantou algumas orientações. De acordo com ele, é recomendável:

  • Evitar o uso de telefones celulares em mãos ao transitar nas ruas das cidades;
  • O cuidado ao sacar quantias de dinheiro nos bancos;
  • Evitar lugares com grandes movimentações, como bares superlotados;
  • Evitar locais escuros e ermos, pelo excesso de vulnerabilidade;
  • Não transitar de madrugada pelas vias urbanas.



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade