fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Plataforma vai unificar serviços do GDF e federal

300 serviços digitais estarão disponíveis na ferramenta única do Gov.br

Lucas Neiva

Publicado

em

PUBLICIDADE

Em cerimônia com o corpo de secretários de Estado do Governo do Distrito Federal (GDF), o secretário de Economia, André Clemente, anunciou a implementação da nova plataforma digital de serviços do GDF. O projeto foi estabelecido em novembro de 2019 com a publicação do Decreto nº 40.253, que implementa a política de governança digital no DF, e deve funcionar de forma integrada com a plataforma do governo federal.

O plano do GDF é integrar mais de 300 serviços na plataforma até o mês de julho. Segundo o secretário, não há custo para a implementação do sistema. “Apenas gestão. Integramos o que já existe, e obviamente vamos simplificando e eliminando aquilo que não for necessário, devendo inclusive haver economia. Nos últimos cinco anos, foram gastos mais de R$ 1 bilhão em tecnologia, e queremos ter uma maior governança desses gastos e da entrega”, afirma.

O sistema utiliza um cadastro unificado com o da plataforma Gov.br, do Governo Federal, permitindo ao usuário acessar os serviços distritais e federais em um único cadastro. Outros sete estados estão integrados pela plataforma, permitindo ao usuário acessar serviços de todos eles por meio de um único portal, podendo, por exemplo, pagar no mesmo login o IPVA de um automóvel em Brasília e o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de um imóvel no Paraná.

Integração de dados

O secretário André Clemente possui boas expectativas sobre a nova plataforma, e espera melhora nos serviços, integração das bases de dados e simplificação do atendimento ao cidadão. “O que nós queremos é um Estado mais próximo do cidadão”, declara. A plataforma já se encontra disponível tanto no portal do GDF quanto no aplicativo da Secretaria de Economia, e já possui alguns serviços disponíveis como a emissão do boleto para pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O assessor especial de Governo Digital da Secretaria de Economia, Gastão Ramos, explica que a nova política de governança digital deve atuar em três eixos: aumento da eficiência do governo, melhora da rentabilidade social do governo por meio de uma melhor alocação de recursos logísticos e humanos e beneficiar a vida do cidadão. “Queremos tirar a barriga do cidadão do balcão. Que do seu trabalho, da sua casa, ele possa resolver a sua vida do seu smartphone, do seu notebook, do seu desktop”, afirma




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade