Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Obras de alargamento de viaduto da EPTG serão retomadas

Obra terá impacto positivo para 135 mil motoristas, diz secretário

Publicado

em

viaduto
Publicidade

Willian Matos, com agências
redacao@grupojbr.com

As obras de alargamento do viaduto do cruzamento da Estrada Parque Taguatinga (EPTG) com a Estrada Parque Contorno (EPCT, ou DF-001) serão retomadas nesta semana. Serão 11 faixas de cerca de 4 metros para a circulação de veículos: cinco delas no sentido Plano Piloto e quatro em direção a Taguatinga.

A nova parte do viaduto será construída no vão central que, situado entre as vias existentes, atualmente tem 19 metros de largura. A nova extensão será construída em concreto protendido e terá 33,60 metros de comprimento. Além das 11 pistas, serão construídas duas faixas centrais para ônibus com largura de quatro metros, o que dobrará a largura das vias de 20m para 41,80m.

As obras estavam paralisadas desde abril de 2018 por falhas no projeto executivo. Depois de finalizadas, elas devem melhorar significativamente o fluxo no local. É no que acredita o secretário de Obras do DF, Izidio Santos. “A conclusão do alargamento do viaduto vai desafogar o trânsito para os mais de 135 mil veículos que trafegam diariamente por este trecho”, enumera.

O secretario antecipa que outras obras virão. “Esta é apenas uma das obras para melhorar o trânsito de Taguatinga. Outras estão previstas para saírem do papel”, finalizou.

As obras custarão pouco mais de R$ 5 milhões e envolverá 35 funcionários. Serão utilizados 2 mil m³ de concreto e 220 toneladas de aço.


Você pode gostar
Publicidade