Siga o Jornal de Brasília

Cidades

“Não houve erro médico”, alega defesa de Wesley Murakami

Publicado

em

Raphaella Sconetto
[email protected]

André Bueno, advogado de defesa de Wesley Murakami, está em Brasília para se apresentar às autoridades policiais. Durante sua passagem pela capital, Bueno afirmou que os casos divulgados não se tratam de erro médico, mas, sim, de inflamações naturais causada pela aplicação do polimetilmetacrilato (PMMA). Em Goiânia, já são 13 denúncias contra o médico. Enquanto na capital, 10 boletins de ocorrência foram registrados.

O advogado alegou que o produto é regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e nega o uso abusivo. “É um produto que não tem restrição da Anvisa. O especialista usa de acordo com a recomendação e o objetivo que paciente pretende. (Ele) Não usou em grandes quantidades. As reações são do próprio organismo, assim como ocorre com uma extração de dente”, afirma.

A reportagem questionou o argumento do advogado de que o PMMA era usado para tratar a lipodistrofia, tendo em vista que, nesses casos, sua recomendação é apenas para pacientes soropositivos. No entanto, Bueno voltou a afirmar que não há restrição para outros pacientes.

Por outro lado, a própria defesa reconhece que há um grande número de pacientes insatisfeitos. “Também consideramos um número grande. Mas as imagens que estão sendo divulgadas são apenas no início do tratamento, de pacientes de 2014, 2016 e 2017. E a maioria delas é no dia da aplicação do produto, que fica avermelhado e um pouco dolorido. Mas com o passar dos dias desaparece”, aponta.

Ele alega que alguns dos pacientes não seguiram todo o tratamento. “Temos centenas de pacientes que passaram pelo mesmo processo de inchaço, alguns de inflamação, e que, seguindo orientação médica, se recuperaram normalmente”, pontua.

“Temos conhecimento de caso de Goiânia, que são os mais próximos de nós, que o rosto não ficou da forma que pretendia. Mas, o paciente abandonou tratamento. Não voltou à clínica para fazer modelagens e correções necessárias”, completa.

Wesley Murakami está em Goiânia e não está realizando novos procedimentos. Segundo o advogado, ele está atendendo apenas pacientes que fizeram a bioplastia nos últimos dias. Além disso, Bueno informou que o médico pretende conversar com a imprensa, mas aguarda ter informações de todos os casos denunciados.

“Ele não está foragido, tem endereço conhecido. Estamos aguardando para nos inteirar daquilo que está sendo questionado. Depois, ele irá se pronunciar”, destaca.

FORMAÇÃO

Segundo o advogado André Bueno, Wesley Murakami se formou em Medicina em 2003 pela Universidade de Vassouras (RJ). O médico diz ser especializado em bioplastia, além de possuir pós-graduação em Medicina Estética e Nutrologia.

Murakami possui dois registros médicos nos conselhos de Goiás e do Distrito Federal, porém, em nenhum deles há a especialização médica.

ADVOGADO DE MURAKAMI CONVERSA COM O JBR. VEJA VÍDEO:


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade