fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Médico gastroenterologista é o primeiro a receber vacina contra a covid-19 no DF

“Estou ansioso”, contou Gabriel Ravazzi, 31 anos. UnB e HUB começaram nesta quarta (5) a fase 3 dos testes da vacina desenvolvida pela Sinovac Biotech

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Willian Matos e Vítor Mendonça
redacao@grupojbr.com

Nesta quarta-feira (5), a Universidade de Brasília (UnB) e o Hospital Universitário de Brasília (HUB) iniciaram a terceira fase de estudos da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. O primeiro a receber uma dose do medicamento foi o médico clinico e gastroenterologista Gabriel Ravazzi, 31 anos.

O profissional, que trabalha no HUB, não pode dar detalhes sobre o procedimento, mas disse estar “ansioso pelo resultado”. Gabriel está na linha de frente do combate contra a covid-19 no DF desde o início da pandemia e não foi infectado.

Gabriel Ravazzi é o primeiro morador do Distrito Federal a receber a vacina. Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

Para os estudos, serão escolhidos apenas profissionais de saúde. Neste primeiro momento, foram selecionados cinco profissionais que, assim como Gabriel, atuam no combate à covid-19, mas que ainda não foram infectados pela doença. Às 10h, está prevista a chegada de outro voluntário. Os outros três farão o procedimento no período da tarde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A vacina que eles receberão é inativada e será aplicada em duas doses, num intervalo de 14 dias. De acordo com a UnB e o HUB, os resultados apresentados na fase 2 de desenvolvimento “foram considerados promissores e demonstraram a produção de anticorpos neutralizantes em 90% dos participantes que receberam a imunização”.

Aguarde mais informações

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade