fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Guerra no Quênia ameaça sonho olímpico de Cheruiyot

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Tricampeão da tradicional corrida de São Silvestre (2002, 2004 e 2007) e vencedor de um prêmio de US$ 500 mil por ter obtido o melhor desempenho no circuito das principais maratonas do mundo (Londres, Chicago, Nova York, Boston e Berlim), o queniano Robert Cheruiyot pode ter de se ausentar de seu principal objetivo em 2008: as Olimpíadas de Pequim.

A guerra civil que tomou conta de Nairóbi, capital do Quênia, está fazendo o tricampeão temer por sua presença em território chinês. Depois do contestado resultado das eleições presidenciais que mantiveram Mwai Kibaki no poder, o país enfrenta conflitos que já mataram pelo menos 300 pessoas nas ruas até a manhã desta quarta-feira.

Na terça-feira, o confronto recebeu contornos dramáticos com um incêndio em uma igreja próximo à cidade de Eldoret, que matou cerca de 50 pessoas. Os especialistas temem um conflito étnico entre as tribos Lui e Kikuyu. A situação já levou a seleção de Camarões de futebol a cancelar a pré-temporada que faria no país para a Copa da África, que começa em 20 de janeiro.

No dia seguinte à sua terceira conquista no Brasil, Cheruiyot recebeu a imprensa no Hotel Trianon Paulista, quartel-general da elite da São Silvestre, e concedeu uma descontraída entrevista.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade