fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Feminicídio: condenado homem que ateou fogo na esposa após derrubá-la da escada em Santa Maria

Alessandro Ferreira Floriano foi condenado pelo homicídio quadriplamente qualificado de sua esposa a 20 anos de reclusão

Aline Rocha

Publicado

em

feminicídio
PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Na última sexta-feira (24) a Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Santa Maria conseguiu a condenação de Alessandro Ferreira Floriano. Ele foi condenado pelo homicídio quadriplamente qualificado de sua esposa a 20 anos de reclusão. Além disso, foi condenado a mais dois anos e quatro meses por destruição de cadáver e mais dois por fraude processual.

Isa Mara Longuinho morreu após Alessandro a empurrar da escada. O réu carbonizou o corpo, limpou a casa e pintou as paredes na tentativa de apagar os vestígios. Os dois eram casados há cerca de 18 anos.

A denúncia feita pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) indica que o condenado agiu por motivo torpe e fútil, por o réu não aceitava o fim do casamento e estava descontente com os gastos em empréstimos e cartões de créditos de Isa. Além disso, a promotoria classifica o crime como feminicídio, já que o crime foi cometido no contexto da relação afetiva mantida entre os envolvidos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Relembre o caso

O crime aconteceu em 19 de janeiro de 2018, na residência do casal em Santa Maria. Após uma discussão por conta do uso indevido do cartão de crédito da esposa, Alessandro empurrou a vítima contra a escada do segundo piso. Após verificar que a esposa estava sem vida, ele pediu o carro emprestado a um amigo, colocou o corpo da vítima no porta-malas e ateou fogo em um matagal próximo a Anápolis (GO).

 

Com informações de MPDFT 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade