fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Escola de Ponte Alta recebe tratamento odontológico de UBS

A ação, que já aconteceu duas vezes anteriormente, deve continuar até que todas as crianças do Ensino Fundamental I sejam avaliadas pelos dentistas

Aline Rocha

Publicado

em

Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde
PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Profissionais de Odontologia da Unidade Básica de Saúde (UBS) 12, localizada na área rural do Gama, estão atendendo crianças da Escola Classe da Ponte Alta. A ação, que já aconteceu duas vezes anteriormente, deve continuar até que todas as crianças do Ensino Fundamental I, com idades entre 5 e 15 anos, sejam avaliadas pelos dentistas. 

A iniciativa conta, também, com ações educativas, orientação sobre bons hábitos alimentares, escovação supervisionada, entrega de kits de higiene bucal e tratamento odontológico preventivo com uma técnica diferenciada para atender a todas.

Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde

“A técnica que usamos é a Tratamento Restaurador Atraumático, que nos permite atender fora de um consultório, trazendo menor estresse e ansiedade ao paciente, visto que raramente causa dor. É uma forma eficaz de prevenção e controle da cárie em populações vulneráveis”, ressalta o odontólogo da UBS, Paulo Alcântara.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A UBS atende a uma área extensa, e, por isso, pode acabar se distanciando da comunidade. Boa parte dos moradores trabalha longe e precisa percorrer longas distâncias.

A gerente da UBS, Bárbara Lima, destaca: “Diante desta problemática, a equipe que atende na Ponte Alta sempre busca inovar para o acolhimento à comunidade. E o atendimento dentro das escolas é mais uma ideia desses profissionais”.

Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde

Resultados

Maria da Glória, de 11 anos, é estudante do 5º ano e esta foi sua primeira vez no dentista. Mas, apesar de ter ficado apreensiva, saiu satisfeita com o atendimento: “Fiquei com medo, mas é tranquilo. Aprendi a escovar os dentes bem direitinho e a ter cuidado com a alimentação”, revelou a menina, que sorriu satisfeita.

A diretora da escola, Marly Froes, destacou o benefício do atendimento da UBS na escola: “A comunidade tem dificuldade para chegar à unidade. Muitas vezes, não tem tempo ou conhecimento da importância dos cuidados com a saúde bucal. É muito bom quando os profissionais e gestores arregacem as mangas e façam as coisas acontecer”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O projeto desenvolvido pela equipe da UBS 12 é preventivo e busca evitar um tratamento mais invasivo no futuro. “A intenção é fazer o tratamento em todos os alunos da escola, começando pelas crianças que estão nos últimos anos. As famílias aderiram e a ação acontecerá toda semana, até o atendimento efetivo de todas as crianças”, informa a coordenadora da UBS 12 de Ponte Alta, Andryenne de Carvalho.


Com informações da Secretaria de Saúde




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade