Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Bombeiros militares recebem 48 novas viaturas

Os veículos, entregues pelo GDF, serão utilizados no combate a incêndios florestais e no resgate em atendimento pré-hospitalar

Da Redação
[email protected]

Nesta quinta-feira (13) a corporação do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) recebeu 48 novas viaturas para atendimento operacional, que serão empregados no combate a incêndios florestais e no resgate em atendimento pré-hospitalar.

A cerimônia contou com a presença do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, que fez a entrega simbólica das chaves das viaturas ao comandante-geral do CBMDF, Carlos Emilson Ferreira Santos. Durante a cerimônia, 24 viaturas que serão destinadas ao combate à incêndios foram entregues. Ibaneis fez questão de elogiar a atuação dos profissionais no DF.

“Tenho muito orgulho do trabalho que vocês desenvolvem em todo o país. A primeira coisa que faço é agradecer pelo serviço que vocês prestam à comunidade, seja na prevenção ou atendimento”, ressaltou Ibaneis.

Além disso, o governador disse que aumentará o efetivo de militares aprovados em concurso público. “Sempre que houver a menor folga orçamentária nós faremos as contratações. No caso dos bombeiros, estamos agendando a data, provavelmente para julho”, explicou. O vice-governador, Paco Britto, também compareceu ao evento.

O comandante-geral retribui o gesto de Ibaneis e elogiou a atitude do governo. “Gostaria de agradecer o governador Ibaneis Rocha e ao vice Paco Britto, que estão aumentando nossa frota e nosso poderio para darmos resposta à sociedade. A entrega dessas viaturas vai ao encontro de nossas necessidades”, conta Emilson.

Anderson Torres, secretário de Segurança Pública, também estava presente no evento e discursou durante a cerimônia, lembrando que as viaturas são uma representação de “salvar vidas” e que, com elas, os bombeiros terão a possibilidade de realizar o trabalho que lhe “dá orgulho da corporação”.

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Preocupação com a seca

No início de junho, o governador Ibaneis Rocha declarou estado de emergência ambiental no Distrito Federal por meio do Decreto 39.817/2019. O texto recomenda que todos os órgãos do governo fiquem em alerta de prevenção e combate a incêndios florestais no período da seca. A medida vale até novembro, mês que oficialmente retoma a fase de chuvas mais intensas e frequentes na região.

“Temos preocupação muito grande porque, em que pese as chuvas terem se estendido, a seca chegou com muita força e daqui a pouco começam as queimadas. Vem em boa hora esse auxílio das novas viaturas”, ressaltou Ibaneis.

 

Com informações de Agência Brasília

Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade